Bahia encerra jejum, vence a primeira com Mano Menezes e deixa o Z4

Gilberto voltou a marcar e Bahia deixou a zona de rebaixamento

Foto: Rafael Machado/EC Bahia

Botafogo e Bahia entraram em campo na noite deste quarta-feira (30) em situações praticamente semelhantes. Ambos com um longo jejum de triunfo no Campeonato Brasileiro da Série A e inseridos dentro da zona de rebaixamento. Um autêntico duelo de 6 pontos entre o pior mandante recebendo o pior visitante, ambos precisando vencer para deixar a zona da confusão. Mas quem levou a melhor foi o visitante Esporte Clube Bahia, que fez uma partida segura e venceu pelo placar de 2 a 1, com gols de Gilberto e Élber, encerrando um longo e incômodo jejum de 9 jogos sem vencer, e conquistando o primeiro triunfo sob o comando do técnico Mano Menezes e também o primeiro fora de casa no Brasileirão, importantíssimo para reconquistar a confiança na sequência da competição.

 

Com o triunfo, o Bahia chegou aos 12 pontos e não somente abandonou a lanterna, como deixou a zona de rebaixamento, passando a ocupar a 16ª colocação, ultrapassando também o Botafogo que agora é o vice-lanterna com 11 pontos, dois pontos acima do Goiás que é o último colocado, porém, tem 3 jogos a menos.

O Botafogo até esboçou uma pressão inicial, mas depois dos 15 minutos, só deu Bahia, que passou a ter a posse de bola, trocar passes e criar oportunidades em busca do gol que quase saiu aos 22 minutos com Ernando cabeceando para grande defesa de Diego Cavalieri. Aos 41 minutos, não teve jeito. Marco Antônio cobrou falta na área e Gilberto praticamente nem precisou saltar entre os zagueiros botafoguenses para cabecear e estufar as redes, encerrando um jejum de 13 jogos sem marcar e anotando o seu primeiro gol no Brasileirão. O camisa 9 não balançava as redes desde 26 de fevereiro, quando marcou duas vezes no triunfo sobre o Nacional do Paraguai, por 3 a 1, fora de casa, pela Copa Sul-Americana.

No segundo tempo, logo aos 7 minutos, o Bahia teve uma grande chance de aumentar o placar com Eric Ramires, mas o camisa 18 isolou cara a cara com Diego Cavalieri. O Fogão também perdeu uma oportunidade clara aos 15, com Matheus Babi. Aos 23, segundo após entrar em campo, Danielzinho quase anotou o segundo. Aos 33, foi a vez do time carioca assustar, com Rentería. O jogo seguiu aberto e perigoso, mas aos 38 o Esquadrão emplacou um contra-ataque, em jogada bem trabalhada, terminando com Juninho Capixaba dando o passe para Élber anotar o segundo. O Fogão até descontou com Pedro Raul, aos 46, deixando os minutos finais um pouco dramático, mas o time baiano segurou o triunfo.

Depois de uma sequência de três jogos fora de casa (Corinthians, Athletico-PR e Botafogo), somando um triunfo e duas derrotas, o Esporte Clube Bahia terá agora duas partidas consecutivas em Salvador. No domingo (04), às 18h15, o Esquadrão recebe o Sport-PE, e na próxima quarta-feira (07), às 19h15, contra o Vasco da Gama, no Estádio Metropolitano de Pituaçu.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 2 BAHIA
Campeonato Brasileiro – 1ª rodada
Local: Nilton Santos, no Rio de Janeiro
Data: 30/09/2020 (quarta-feira)
Horário: 21h30
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade e Jose Reinaldo Nascimento Junior (ambos do DF)
VAR: Wagner Reway (PB), auxiliado por Christiano Gayo Nascimento (DF) e Ciro Chaban Junqueira (DF).

GOLS: Gilberto (41′ 1º tempo) e Élber (38′ 2º tempo) Bahia / Pedro Raul (46′ 2º tempo)

BOTAFOGO: Diego Cavalieri; Sousa (Davi Araújo), Forster e Kanu; Kevin (Barrandeguy), Caio Alexandre, Rentería (Warley), Bruno Nazário (Matheus Babi) e Victor Luis; Kalou (Rhuan) e Pedro Raul. Técnico: Paulo Autuori.

BAHIA: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Gregore, Elias (Daniel) e Eric Ramires (Rossi); Marco Antônio (Ronaldo), Clayson (Élber) e Gilberto (Saldanha). Técnico: Mano Menezes.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*