Atlético-BA tenta barrar hegemonia do Bahia e conquistar seu 1º título baiano

Carcará volta a disputar uma final após 47 anos

Se o Esporte Clube Bahia busca manter a hegemonia no Estado conquistando o seu 49º título baiano e o tricampeonato seguido, o que não acontece desde 1988, o Atlético de Alagoinhas tentará fazer história e levantar sua primeira taça. O time de Alagoinhas não disputava a final desde 1973. Naquele ano, acabou perdendo o título justamente para o Esporte Clube Bahia, na época comandado também pelo técnico Evaristo de Macedo, que venceu a final por 2 a 0 com gols marcados por Douglas e Peri. O Atlético-BA, comandado pelo técnico Agnaldo Liz, deu uma arrancada fantástica após o retorno do futebol, vencendo os dois últimos jogos da primeira fase, se classificando como vice-líder e na semifinal em confronto emocionante, eliminou a Juazeirense, vencendo por 4 a 1 no Adauto Moraes e perdendo por 2 a 0 no Carneirão.

 

No primeiro jogo da final, o Atlético de Alagoinhas deu trabalho apesar de ter atuado boa parte da partida com um jogador a menos por conta da expulsão do volante Makelele aos 35 minutos do primeiro tempo, mas a partida terminou no 0 a 0. O time de Roger Machado, apesar da superioridade numérica, encontrou muitas dificuldades e não conseguiu um triunfo que poderia encaminhar a conquista do título diante das circunstâncias. Com isso, a decisão está mais do que aberta. Quem vencer hoje, conquista o título. Um novo empate e o campeão será definido nos pênaltis.

É a quarta vez em 10 anos que um time do interior chega na final do Campeonato Baiano. Em 2011, o Bahia de Feira conquistou o seu primeiro título desbancando na final o Vitória. Empatou por 2 a 2 no Joia da Princesa, mas surpreendeu e venceu no Barradão por 2 a 1 com gols de Allyson e João Neto. Em 2015, o Vitória da Conquista poderia ter levantado sua primeira taça do Estadual, porém, após abrir 3 a 0 nos primeiros 90 minutos no Lomanto Júnior diante do Bahia, acabou sofrendo uma goleada de 6 a 0 na Fonte Nova e ficou com o vice-campeonato. Em 2019, o Bahia de Feira teve a chance de conquistar o seu segundo título, porém, não conseguiu superar o Bahia. No primeiro jogo, empate em 1 a 1 em Feira de Santana. Na partida de volta, o Bahia venceu por 1 a 0.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*