Talisca se torna sócio do Bahia e antecipa mensalidades até 2031

Anderson Talisca atua no Guangzhou Evergrande, da China

Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

Na última sexta-feira (05), o assessor do meia Anderson Talisca publicou uma mensagem enigmática no Twitter e deixou o torcedor tricolor sonhando com um possível retorno do jogador ao clube esse ano. A especulação nas redes sociais foi grande, principalmente pelo fato da China ter fechado as fronteiras e proibido o retorno de estrangeiros ao país por conta da pandemia do coronavírus, desta forma, muitos atletas brasileiros que estão no Brasil aguardando o retorno do futebol chinês não sabem quando poderão voltar. Após os boatos, Jiovani Soeiro negou que exista qualquer negociação em andamento. “Talisca não está em negociação com Bahia, com o Atlético-MG nem com nenhum outro clube. Ele está apenas aguardando o ok do Evergrande para retornar à China”, afirmou.

 

Mas então, o que seria a mensagem misteriosa? “Aos torcedores do Bahia e fãs de Talisca, breve teremos novidade que mostra, mais uma vez, o quanto esse cara é apaixonado pelo clube. Hein, presida?! @gcbellintani”. Com forte identificação com o Esporte Clube Bahia, onde foi revelado, Anderson Talisca – que atualmente defende o Guangzhou Evergrande – aderiu a um dos planos Sócio-Esquadrão e antecipou suas mensalidades até o ano de 2031, tornando-se “sócio centenário”, segundo informação do portal ecbahia. A iniciativa parte do próprio jogador e não de uma campanha de marketing promovida pelo Bahia, como afirmou o assessor do atleta, Jiovani Soeiro.

Revelado nas divisões de base do Esporte Clube Bahia, o meia Anderson Talisca subiu aos profissionais em 2013 e ficou até meados de 2014, antes de ser negociado com o Benfica, de Portugal, por R$ 12 milhões, valor MUITO abaixo do que poderia ter sido vendido pelo seu futebol, principalmente se o negócio fosse feito pela gestão atual, que sabe valorizar o seu patrimônio. Em um ano e meio de profissional, Talisca atuou em 68 partidas e marcou 11 gols, deixando o clube após o título do Campeonato Baiano de 2014. Após a passagem pelo Benfica, rodou ainda pelo Besiktas, da Turquia, antes de chegar ao Guangzhou Evergrande. No futebol chinês, são 45 jogos e 32 gols marcados. Atualmente, como as competições na China estão paralisadas por conta da pandemia do coronavírus, o meia-atacante aproveita para curtir a família em Salvador.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*