Governo da Bahia estende proibição de jogos no estado até 18 de maio

A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Apesar da mobilização para o retorno dos estaduais neste mês, o presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ricardo Lima, disse ser inviável a volta do Campeonato Baiano nesse momento por conta da proliferação do coronavírus, porém, garantiu que a competição terá continuidade, mas não se sabe prever quando. Diante disso, o Governo da Bahia estendeu a medida que proíbe a realização de jogos de futebol no estado. A partir de agora, qualquer evento que reúna mais de 50 pessoas, incluindo as partidas, estão suspensas até o dia 18 de maio. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira.

 

Em reunião com as federações por videoconferência, na última terça-feira (28/04), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sugeriu a retomada dos treinos a partir do dia 2 de maio e dos Campeonatos Estaduais a partir de 17 de maio, inicialmente com portões fechados. Durante a semana em entrevista ao GE, Ricardo Lima, presidente da FBF, descartou um retorno esse mês, mas garantiu que a competição será finalizada.

“A gente está vendo uma política de isolamento e precisa dialogar com governo e prefeituras para qe eles possam nos balizar. No dia 17, por tudo que estamos vendo no estado, a gente percebe que é inviável. Vamos ter cautela, prudência e buscar dialogar para ter segurança e, só assim, fazer com que o campeonato retorne. Em hipótese alguma (não terminar). Determinação é que estaduais possam ser concluídos. Precisamos indicar clubes para Série D, Copa do Brasil. Se não terminar, como vai ser o critério. Sem contar número de ações que podemos ter”, acrescentou Ricardo Lima.

O Campeonato Baiano paralisou restando duas rodadas para o término da primeira fase. Oito times disputam quatro vagas para a semifinal do Campeonato Baiano, sendo que o Bahia lidera com 15 pontos, seguido por Jacuipense, Bahia de Feira e Vitória, formando o G-4. Atlético de Alagoinhas, Juazeirense, Fluminense de Feira e Vitória da Conquista tentam beliscar uma vaga. Doce Mel e Jacobina disputam para ver quem se salva do rebaixamento.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*