Bellintani admite que Bahia observa meia do Náutico, mas descarta investimento

"Em um momento como este, seria irresponsabilidade", disse

Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Em contato ao Diário de Pernambuco, o empresário Nilson Moura revelou que cinco clubes da primeira divisão fizeram sondagens pelo meia Jean Carlos, de 28 anos, um dos destaques do Náutico na temporada com 6 gols marcados e quatro assistências em 10 jogos. Segundo o agente, manifestaram interesse no atleta, Bahia, Ceará, Atlético-MG, Fluminense e Flamengo, além do Cruzeiro que vai disputar a Série B. Nesta quarta-feira, em transmissão ao vivo, realizada no Instagram, o presidente Guilherme Bellintani admitiu que o Esquadrão acompanha o atleta há mais de dois anos e que já tiveram conversas, no entanto, garantiu que não existe proposta na mesa e o clube não pretende fazer um novo investimento em meio a crise por causa do coronavírus, além disso, frisou que o elenco hoje está fechado.

 

“Jean Carlos é um jogador muito interessante. Acompanhamos ele há mais de dois anos. É um jogador que nós estamos sempre olhando, já tivemos conversas. Mas não há nenhuma proposta na mesa […] O elenco hoje está fechado. Em um momento como este, seria irresponsabilidade fazer algum investimento em novos atletas. Pelo contrário, o momento é de segurar para não inchar o elenco e não ter como pagar”, explicou Bellintani, presidente do Bahia.

Natural de Cornélio Procópio, no Paraná, Jean Carlos Vicente tem 28 anos e surgiu no Marília. Chegou ao Palmeiras ainda jovem para integrar as divisões de base e fez sua estreia profissional em 2010, mas não chegou a deslanchar. Passou ainda por São Bernardo, Vila Nova-GO, São Paulo, Goiás, Grêmio Novorizontino, Coritiba, Mirassol e por último o Náutico onde está desde a temporada passada, quando chegou para disputa da Série C e foi decisivo. Até aqui, soma 24 jogos e 8 gols marcados. O armador ainda é o responsável pela cobranças das faltas e escanteios, trunfo que é bastante explorado pelo sistema de jogo do técnico Gilmar Dal Pozzo.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*