Bahia mostrou que pode ter muito mais a oferecer ao seu torcedor

"Esse é o time que o torcedor do Bahia quer ver"

Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

Quarta-feira iluminada para o Bahia e seu torcedor. Mais raça, mais vontade, mais fome de bola, mais vibração, mais futebol. Depois dos últimos resultados desastrosos, o Tricolor mostrou que pode ter muito mais a oferecer ao seu torcedor. O técnico Roger Machado promoveu uma mudança no gol, Anderson assumiu o posto de titular da equipe e passou confiança ao grupo, quando exigido fez defesas importantes que garantiram o 3 x 0 no placar. A saída de Daniel e a entrada de Rossi deu mais velocidade ao time, em uma triangulação perfeita entre Flávio, Rossi e Gilberto nasceu o primeiro gol do Bahia, Gregore com uma pintura de fora área e Élber deram números finais à partida. O fantasma da bola que não entrava foi destruído em dose tripla.

 

Longe ainda do que se considera ideal, o Bahia apresentou sinais de recuperação, com um apetite insaciável do começo ao fim do jogo, o Tricolor não deu vez a equipe paraguaia do Nacional. Marcação pressão, jogadores concentrados, boa construção de jogadas, velocidade na transição para o ataque, fatores estes que ocasionaram o placar elástico o que permite ao Bahia perder por até dois gols de diferença no jogo de volta que acontece no próximo dia 26/02 no Paraguai.

Página virada??? Só os próximos jogos responderão se realmente o Bahia que encantou ano passado está de volta. A diretoria ainda precisa buscar reforços pontuais no mercado, carências antigas no time, a exemplo de um meia armador. Em entrevista a uma rádio de Salvador, o presidente quase descartou a vinda do volante Ederson do Cruzeiro, devido os valores. Perguntado sobre o meia Rodriguinho, Bellintani disse ser um excelente jogador mas despistou sobre uma possível acerto!

Marcelo Eloi, torcedor do Bahia e colaborador do Futebol Bahiano.

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*