Atacante lamenta desatenção do Bahia: “A gente ficou disperso no jogo”

"Não poderíamos tomar o gol que tomamos", disse

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Mesmo com o reforço do centroavante Fernandão, o time de transição do Esporte Clube Bahia vacilou neste domingo (02) e ficou apenas no empate em 1 a 1 com o Jacuipense no Estádio Metropolitano de Pituaçu. O Esquadrão saiu na frente com gol do zagueiro Ignácio, de cabeça, aos 37 minutos do segundo tempo, e criou inúmeras chances de matar o jogo, no entanto, o Leão Grená cresceu no segundo tempo e alcançou o empate aos 47 minutos com Popó. Na saída do campo, o atacante Gustavo lamentou a desatenção do time tricolor.

 

“Desatenção. A gente ficou disperso no jogo. Poderíamos ter matado o jogo no primeiro tempo, inclusive com uma chance minha. Outras oportunidades que tivemos para matar, mas não matamos e sabemos que o adversário era o mais difícil da competição, se não for o mais forte que vamos enfrentar nesse campeonato. Só que não podia tomar do jeito que a gente tomou. Se tivéssemos mais ligados poderíamos sair daqui com o triunfo”, disse em entrevista ao canal “Premiere”.

Com o resultado, o Tricolor chega aos 8 pontos e deixa liderança do Baianão, agora pertencente ao Atlético de Alagoinhas que também tem 8, mas leva a melhor no critério dos gols marcados. O Vitória, que venceu o ECPP, é o terceiro, enquanto o Jacuipense fecha o G-4.

O próximo compromisso do time de transição do Esporte Clube Bahia é no próximo domingo (09/02), em duelo contra o Jacobina, às 16h, no Estádio José Rocha, no município de Jacobina. O Jacuipense, por sua vez, só volta a campo no dia 16, um domingo, às 16h, para enfrentar a Juazeirense, no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*