Técnico do Santa Cruz elogia time do Bahia e destaca artilheiro Gilberto

"Em nível de dificuldade, a Copa do Nordeste", disse o treinador

Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press

Sabemos que dentro de campo é 11 contra 11 e o futebol é um esporte imprevisível, no entanto, é inevitável não apontar o Esporte Clube Bahia como favorito diante do Santa Cruz, neste sábado, às 16 horas, no Estádio do Arruda, em Recife (PE). O próprio Itamar Schülle, técnico do time pernambucano, admite que será um jogo complicado. Em entrevista coletiva, o treinador citou o artilheiro Gilberto como um jogador para ficar atento dentro de campo, além disso, frisou que a Copa do Nordeste em termos de dificuldade é igual ao Campeonato Paulista, ou até superior.

 

“O Bahia é uma grande equipe, contratou muito bem. Já era uma equipe forte e está se reforçando. Lá tem jogadores com quem tive o prazer de trabalhar. Tem no seu elenco um dos maiores artilheiros da Série A do ano passado, que é o Gilberto. Dispensa elogios. Em nível de dificuldade, a Copa do Nordeste é igual ao Paulista, senão superior. Precisamos ter que exercer essa concentração, o poder da marcação, sem abrir mão da nossa maneira de atuar”, destacou.

A expectativa da diretoria é de que cerca de 20 mil torcedores corais estejam no Arruda. Até a publicação desta reportagem, a última parcial divulgada pelo Tricolor foi de 11.840 ingressos vendidos antecipadamente. O Santa Cruz tem uma mudança confirmada em relação à formação que entrou em campo contra o Retrô, pela segunda rodada do Campeonato Pernambucano, na última terça-feira. Com a regularização do lateral-esquerdo Fabiano, ex-Vitória, o zagueiro Feliphe Gabriel, que estava sendo usado por Itamar Schülle improvisado na lateral, deve sair do time titular.

Santa Cruz pode perder principal atacante para enfrentar o Bahia

 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*