Bahia monta “projeto” para segurar o atacante Gilberto, diz Cerri

Diego Cerri revelou que o jogador teve várias propostas

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O diretor de futebol do Esporte Clube Bahia, Diego Cerri, voltou a falar sobre a situação do atacante Gilberto, que tem sido cobiçado por várias equipes, e uma delas teria cobrido a multa rescisória e feito uma proposta significativa pelo camisa 9, informação confirmada pelo dirigente nesta terça-feira em entrevista ao site Globoesporte. Cerri já havia explicado que, pelo fato de o Bahia não ter comprado os direitos econômicos do atleta, o valor da multa é baixo (especula-se: R$ 2,5 milhões), o que abre brecha para equipes do exterior investirem no artilheiro tricolor. Ainda segundo o diretor, o Esquadrão vai montar uma operação para manter o jogador de 30 anos, autor de 29 gols na temporada passada.

 

“A gente teve várias equipes interessadas em Gilberto. Quando a gente trouxe para cá, em 2018, que ele estava na Turquia, veio livre, por um período curto e foi considerada a melhor contratação da janela no Brasil. Conseguimos renovar por mais dois anos, mas, como a gente não comprou, porque não tinha dinheiro para esse investimento, a multa para a rescisão dele não é tão alta, e os clubes do exterior têm um poderio econômico grande, e esses números não assustam eles. Surgiram algumas equipes interessadas. Chegou uma equipe que apresentou uma proposta de cobrir o valor da rescisão e apresentou uma proposta significativa para o atleta também. Agora estamos brigando para montar uma operação e ficar com ele. Estamos tentando montar um projeto para a permanência dele, que é primordial para a nossa equipe. Estamos em fase de construção e vamos tentar de todas as formas montar uma operação para a permanência dele, que é um jogador importante para nós, mas ainda não tivemos uma definição sobre isso.”, disse.

E se Gilberto for embora?
“Ainda não sei te responder, para ser bem honesto. A gente quer fazer o máximo pela permanência dele. Se acontecer alguma coisa, nós vamos ter que tomar decisões depois disso.”

Natural de Piranhas (AL), Gilberto surgiu no Confiança e chegou no Santa Cruz ainda jovem para integrar a divisão se base. Acumula passagens também por Vera Cruz-PE, Internacional, Sport-PE, Portuguesa, Toronto FC do Candá, Vasco, Chicaco Fire dos Estados Unidos, São Paulo. Em 2018, após uma rápida passagem pelo Yeni Malatyaspor da Turquia, retornou ao Brasil para defender o Bahia. Em 2018, marcou 9 gols em 25 jogos. Em 2019, foram 29 gols em 58 partidas. No total, soma 83 partidas no clube, com 38 gols marcados.

Deixe seu comentário

2 Comentário

  1. Se n tem nada garantido ainda já deve preparar o plano b caso ele n continui, não pode fazer o mesmo que fazem com o meio campo quando negociou todo mundo e até agora só se fala em Régis q provavelmente não fica, e muitas notícias de volantes e mais volantes q interessam e meia nada, daqui a pouco Gilberto vai aí fica enrolando esperando algum jogador bom e de graça e acaba n trazendo.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*