Bahia recebe o Atlético-MG em confronto direto por vaga na Sul-Americana

Esquadrão não vence há oito jogos no Brasileirão da Série A

Foto: Bruno Cantini / Atletico-MG

Bahia e Atlético-MG têm alguns pontos em comum nesta edição do Campeonato Brasileiro. Ambos começaram até bem a competição e brigando por vaga na pré-Libertadores, no entanto, no segundo turno caíram de produção. O Galo oscilou bastante, perdeu pontos preciosos especialmente dentro de casa, culminando com a demissão de Rodrigo Santana e a chegada de Vagner Mancini, que até o momento não deu jeito no time e segue descendo a ladeira na tabela de classificação. O Esquadrão, por sua vez, chegou a alcançar o 6º lugar, porém, de uma forma inexplicável, caiu de rendimento, deixou a briga pela vaga na Libertadores e agora luta para terminar a competição ao menos com a vaga na Sul-Americana, mesmo objetivo do Galo.

 

Na 13ª colocação com 41 pontos, o Atlético-MG atuou 17 partidas longe de Belo Horizonte vencendo apenas três, (Chapecoense, Ceará e Vasco), sofreu oito derrotas e empatou seis partidas. Fez 15 gols e recebeu 23. O Bahia, por sua vez, busca quebrar uma sequência de oito jogos sem triunfo. Atuando em Salvador, são seis partidas sem vencer, com três derrotas e três empates. O Esquadrão é o 10º colocado com 44 pontos, e uma derrota pode tirar o time tricolor da zona de classificação para Sul-Americana.

Nos últimos seis encontros em Salvador, Bahia e Atlético-MG só empataram. A última partida aconteceu em julho de 2018 com um empate por 2 a 2. Gilberto e Régis marcaram os gols do tricolor baiano. Matheus Galdezani e Ricardo Oliveira anotaram os tentos do Galo. A última vez que um duelo entre os clubes em Salvador terminou com um vencedor foi no Brasileiro de 2003, quando o Bahia tomou 4 a 2. O último triunfo sobre o time mineiro na capital baiana aconteceu no Brasileirão de 2002, quando aplicou 5 a 3. De lá para cá, são sete jogos, com seis empates e uma derrota.

Wanderson, que foi titular contra o Goiás, disputa posição com Lucas Fonseca, titular em quase todos os jogos do time na Série A. No ataque, ainda existe uma dúvida quanto ao retorno do meia-atacante Artur, que se recuperou de lesão, porém, não tem presença confirmada e talvez comece no banco. Marco Antônio, na fase de transição, pode reaparecer entre os relacionados. Após cumprir suspensão contra o time goiano, o volante Flávio volta ao time titular, assim como o lateral-direito Nino Paraíba que não atua entre os 11 desde a partida contra o Flamengo, mas vai ocupar a vaga do suspenso João Pedro. VEJA O PROVÁVEL TIME.

Para o jogo, o técnico Vagner Mancini não poderá contar com os meias Chará e Bruninho, além do atacante Alerrando. Todos foram vetados pelo departamento médico. Já o volante Zé Welison, revelado no Vitória, está suspenso. Por outro lado, retornam de suspensão Jair, Réves e Igor Rabello. A única dúvida é com a disputa entre Ramón Martínez e Otero. VEJA A PROVÁVEL ESCALAÇÃO.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*