Gilberto aumenta jejum e Ceará quebra tabu histórico contra o Bahia

Ceará venceu o Bahia pela primeira vez em Salvador pela Série A

Fotos: Felipe Oliveira / Tiago Caldas

O Esporte Clube Bahia entrou em campo nesta segunda-feira (21) dependendo de um triunfo simples para alcançar o 5º lugar na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro superando Grêmio, Internacional e Corinthians, aliás, não somente entrando no G-6, como encostando no G-4. Além disso, também defendia um TABU histórico contra o Ceará. Jogando em Salvador pela Série A, contando os jogos oficiais, o Esquadrão nunca havia perdido para o Vozão, o que aconteceu esta noite, no Estádio Metropolitano de Pituaçu, com o revés do time baiano por 2 a 1 de virada. Com isso, agora são 11 jogos em solo baiano, contando os jogos pelo Brasileiro de 1959 a 2019, com 7 triunfos do Bahia, 1 vitória do Ceará e 3 empates.

 

O time de Roger Machado teve uma atuação fraca e mesmo jogando mal, saiu na frente com Artur aos 30 minutos do segundo tempo, porém, recuou achando que o jogo estava definido e tomou a virada no espaço de 9 minutos com dois gols de Luiz Otávio (39 e 48) e novamente decepcionou o seu torcedor que lotou Pituaço, assim como nas partidas contra Athletico-PR (1 x 2) e São Paulo (0 x 0), mas dessa vez não admitiu o rendimento pífio e vaiou os jogadores na saída do campo. Dos últimos 9 pontos disputados em casa, somou apenas UM, muito pouco para um time que briga por vaga na Libertadores.

NA SECA! Outro destaque negativo é a queda de aproveitamento do atacante Gilberto que completou seu sexto jogo sem marcar, exatos 479 minutos sem balançar as redes dos adversários. Antes do jejum, artilheiro do Esquadrão chegou a marcar 9 gols numa sequência de 7 jogos. Com 26 em 48 jogos no ano, vice-artilheiro da Série A com 11 gols, o camisa 9 marcou pela última vez na derrota para o Corinthians por 2 a 1 em Itaquera. De lá para cá, passou em branco contra Botafogo, Avaí, Athletico-PR, Fluminense, Grêmio e Ceará.

O próximo compromisso do Bahia é novamente em Salvador, porém, agora na Arena Fonte Nova, diga-se, um confronto direto daqueles valendo seis pontos, contra o Internacional, sábado (26), às 19h. O Colorado é o sexto colocado com 42 pontos e também perdeu na rodada dentro de casa, tomando 1 a 0 do Vasco da Gama, no Beira-Rio. Contra o Bahia será a estreia do técnico Zé Ricardo, contratado para assumir o lugar de Odair Hellmann. Para este jogo, o Esquadrão não terá o meia-atacante Élber, suspenso pelo terceiro amarelo, enquanto o time gaúcho não poderá contar com Patrick e D’Alessandro, também apenados pela suspensão automática.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*