Bahia manifesta insatisfação junto à CBF com escala de arbitragem

Vice-presidente do Esquadrão criticou a escalação do árbitro

Foto: Felipe Oliveira /Divulgação/EC Bahia

Coincidência ou não, o árbitro escolhido para a partida decisiva entre Grêmio e Bahia nesta quarta-feira é Rodolpho Toski Marques que, para quem não lembra, foi o responsável pelo jogo polêmico entre os dois times no Campeonato Brasileiro de 2018, quando o time baiano vencia por 2 a 0 e acabou levando o empate com muitas marcações controversas. O jogo aconteceu no dia 6 de outubro do Campeonato Brasileiro de 2018. O Esquadrão abriu 2 a 0 com dois gols marcados pelo meia-atacante Élber. Porém, nos minutos finais, o Grêmio alcançou o empate com gols de Juninho Capixaba e Jael.

 

Os tricolores deixaram o campo revoltados por conta da expulsão do zagueiro Jackson quando o jogo ainda estava 2 x 0 e também pelo pênalti marcado em um lance entre o volante Gregore e o atacante Marinho. Após a partida, a diretoria representou contra o juiz. Após a divulgação da CBF de que Rodolpho Toski Marques seria o árbitro do jogo desta quarta-feira, a diretoria do Esporte Clube Bahia manifestou junto à CBF sua insatisfação pela escolha do árbitro. O vice-presidente Vitor Ferraz, em uma postagem no Twitter, criticou e lamentou a escalação do árbitro, o que ele classifica como “falta de preocupação e cuidado” da entidade.

“Tão logo foi divulgada a escala da arbitragem de hoje registramos a nossa inconformidade para a Diretoria da CBF, que deve exigir da Comissão de Arbitragem mais atenção com questões sensíveis como essas. Lamentável a escalação pela @CBF_Futebol de Rodolfo Toski para arbitrar a partida de hoje. Evidencia uma falta de preocupação e cuidado inaceitáveis. Esse mesmo árbitro cometeu erros absurdos no confronto entre os Clubes em 2018, o que motivou uma representação oficial à época”, escreveu o vice-presidente nas redes sociais.

No jogo desta quarta-feira, Rodolpho Toski Marques será auxiliado por Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos, do Paraná. Adriano Milczvski, também do Paraná, comanda o árbitro de vídeo, com auxílio de Emerson de Almeida Ferreira e Celso Luiz da Silva.

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*