Atacante diz que Bahia não merecia perder e volante lamenta falta de pontaria

Élber, Flávio e Gregore lamentaram a derrota do Bahia

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Esporte Clube Bahia não teve uma atuação ruim neste sábado diante do Athletico-PR, muito pelo contrário, até tomar os dois gols, criou diversas oportunidades, parou na trave duas vezes com Gilberto que não estava em um dia inspirado, e o time acabou sendo castigado sendo derrotado por 2 a 1 diante de 38 minutos torcedores na Arena Fonte Nova, resultando na saída do grupo dos seis primeiros colocados. Após a partida, os jogadores comentaram sobre o revés. O atacante Élber disse que o Bahia merecia um resultado melhor no jogo.

 

“Até difícil explicar. Nossa equipe merecia um placar melhor. Criamos bastante oportunidades, mas infelizmente não estávamos em uma noite boa. Mas é bom que a torcida reconheceu o nosso esforço”, disse Élber.

Já o volante Flávio lamentou a falta de pontaria do Bahia neste sábado, porém, já pensa no São Paulo. “Não deu. Tem dia que vai acontecer o que aconteceu hoje. A bola vai bater na trave, vamos errar gol que a gente normalmente não erra. Quando não mata o jogo está propício a sofrer gols. Foi o que aconteceu. É levantar a cabeça que quarta-feira tem outro jogo para a gente se redimir aqui em casa”, disse.

Quem também lamentou o resultado foi o volante Gregore. “A gente nunca quer perder dentro e fora de casa. Como conquistamos três pontos fora, corremos risco de perder em casa. Não queremos, mas pode acontecer. Tivemos chances e é parabenizar a entrega da equipe. Infelizmente sofremos a derrota.”.

Com o resultado, o Bahia perdeu a sexta colocação para o São Paulo que venceu o Fortaleza neste sábado por 2 a 1 no Pacaembu e chegou aos 39 pontos. Com isso, o Esquadrão retornou à sétima posição com 37 pontos. O próximo compromisso do Esporte Clube Bahia é um confronto direto e duelo muito importante para o futuro da equipe no Campeonato Brasileiro, justamente enfrentando o São Paulo, na quarta-feira (09), às 21h, na Arena Fonte Nova.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*