Coordenador médico do Bahia explica as situações de Guerra e Rogério

Guerra sofreu lesão no joelho, mas não passará por cirurgia

Foto – Felipe Oliveira/EC Bahia

Coordenador médico do Esquadrão, Luiz Sapucaia concedeu entrevista nesta segunda-feira para explicar a situação do meia Alejandro Guerra após a lesão. No mesmo lance em que cometeu pênalti no uruguaio Carlos Sánchez aos 38 minutos do segundo tempo, o jogador acabou se machucando e deixando o campo minutos após ter entrado, ficando o time 10 homens nos minutos finais de jogo na derrota para o Santos por 1 a 0, na noite deste sábado, no estádio de Pituaçu.  O doutor Luiz Sapucaia confirmou uma lesão no joelho do venezuelano, porém, não será necessário uma cirurgia.

 

“Guerra sofreu uma lesão no ligamento colateral medial do joelho. Ele, infelizmente, sofreu um acidente de trabalho. É uma lesão similar ao que aconteceu com Gregore, meses atrás, em um ligamento importante e que incomoda bastante. Nós vamos imobilizar por duas semanas, e o retorno dele estará ligado ao processo de recuperação”, disse.

“Vamos realizar um tratamento em dois períodos, com objetivo de acelerar o processo de recuperação, e esperamos que este tempo inativo seja ainda mais precoce. A recuperação dele, por mais que seja parecida com aquela sofrida por Gregore, pode não ser igual. Cada atleta responde de uma forma”, pontuou.

Ele, na mesma entrevista, comentou como será o processo de recuperação do atacante Rogério. “O ombro de Rogério, em um treino, saiu do lugar. Ele sofreu uma lesão ligamentar importante, o que nos fez decidir pela cirurgia para que isso não aconteça outras vezes. O tempo de recuperação dele, a partir de agora, vai depender de uma melhor avaliação do especialista que realizará a cirurgia”, contou.

OUÇA O ÁUDIO DA ENTREVISTA

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*