Com permanência incerta no Bahia, atacante entra na mira da Chapecoense

Clayton não vem sendo utilizado pelo treinador Roger Machado

Foto: Felipe Oliveira / ECB

Com contrato até o final de agosto e permanência incerta, ou diria bem improvável já que não vem sendo aproveitado no Esporte Clube Bahia, o atacante Clayton já tem um destino provável para atuar na sequência do Campeonato Brasileiro da Série A. Trata-se da Chapecoense, que tem interesse na contratação do jogador que pertence ao Atlético Mineiro e está por empréstimo no tricolor baiano, onde atuou apenas 18 jogos (6 deles esse ano) e marcou dois gols (na temporada passada). Sua última atuação foi no dia 22 de maio, no triunfo sobre o São Paulo, por 1 a 0, pela Copa do Brasil.

 

Revelado pelo Figueirense, Clayton foi contratado em 2016 pelo Atlético Mineiro com status de grande promessa e reforço mais caro do clube mineiro naquele ano – 3,5 milhões de euros (R$ 15,2 milhões à época). No primeiro ano pelo Galo, fez 46 jogos e marcou 7 gols. Em meados de 2017, foi emprestado ao Corinthians, porém, não se firmou por lá, entrando em campo apenas 14 vezes anotando 2 gols. Quando chegou ao Bahia, no 2º semestre de 2018, ele não atuava desde 2017 já que vinha se recuperando de cirurgia para reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo.

De acordo com informação do site Futebol Interior, além do atacante Clayton, a Chapecoense também estaria de olho no no meia-atacante Pedro Henrique, do PAOK, da Grécia. O diretor de futebol do clube, Michel Gazola, confirmou o interesse. “Estamos de olho no mercado. Temos uns cinco nomes na lista. O Pedro é um deles. Temos conversado, mas dependemos da negociação dele com o clube. Esperamos anunciar mais reforços em breve”, afirmou.

Deixe seu comentário

3 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*