“Foi uma partida mediana, mas com um resultado importante”, diz técnico do Bahia

Roger Machado analisou a partida e viu o resultado justo

Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação ECBahia

Após o empate sem gols contra o Ceará na noite deste sábado (08), na Arena Castelão, em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Roger Machado concedeu entrevista coletiva e analisou o resultado e o desempenho do Esporte Clube Bahia no confronto. O treinador destacou que o segundo tempo foi mais equilibrado, porém, enxergou uma partida mediana da equipe, mas valorizou o resultado, o qual ele trata como importante. São seis jogos de invencibilidade na temporada (4 triunfos e 2 empates). O Tricolor assumiu a terceira colocação com 14 pontos, ultrapassando Internacional (que perdeu para o Vasco na sexta-feira), Flamengo e Santos, estes dois ainda entram em campo no domingo.

 

“A gente sabia que o Ceará, jogando dentro dos seus domínios, ia procurar nos enfrentar de uma maneira mais franca. A gente custou um pouco a entender o tipo de jogo que deveria praticar, com a pressão do adversário e nossos erros de passe, oferecemos muito a bola para o Ceará. Nos momentos que conseguimos acessar o lado de campo, em função do fechamento de meio, e os cruzamento para o Fernandão, foi quando criamos dificuldade para o adversário. No segundo tempo, o panorama foi mais equilibrado. Talvez as principais oportunidades fossem nossas, tocamos a bola no poste no primeiro e no segundo, profundidade em diagonais, principalmente depois da entrada do Rogério, que nos daria a oportunidade de sair com um resultado mais favorável. Um ponto importante fora de casa. Foi uma partida mediana, mas com um resultado importante”, disse.

Para Roger, o resultado da partida foi merecido. O treinador não escondeu que a equipe não jogou tão bem quanto nos últimos jogos, mas valorizou o ponto conquistado longe de Salvador.

“Foi justo. O Ceará teve volume, teve a bola, rondou a nossa área, mas, efetivamente, as finalizações pararam no nosso goleiro. A gente sabia que eles finalizam bem de média distância, as bolas paradas são fortes, o Enderson treina bem, faz jogadas ensaiadas. Mas as oportunidades mais contundentes ficaram conosco. Mas futebol é bola na rede. O empate foi justo pelo que a gente apresentou. Foi um pouco abaixo dos outros jogos, mas tenho que valorizar o esforço do nosso time e o entendimento do jogo que deveria ser jogado. Acho que nós levamos um ponto importante. O Ceará fez um belo jogo. Não tenho dúvida de que, aqui dentro, vai tirar ponto de muita gente. O estádio é forte, a torcida é vibrante, o time está bem treinado. O gramado que acaba prejudicando os dois times. Os jogadores todos reclamaram, mesmo colocando as travas mais altas. É um ponto conquistado diante de uma equipe que vai dar muito trabalho”, falou.

OUÇA A ENTREVISTA

 

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*