“Tem que ter coração forte para trabalhar no Bahia”, diz Roger Machado

"O bom é que o torcedor acredita até o último minuto", completou

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Os primeiros dias e jogos do técnico Roger Machado definitivamente não têm sido fáceis. Na última terça-feira, venceu o CRB com gols aos 53 minutos e se classificou para a quarta fase da Copa do Brasil. Neste domingo, o Esquadrão perdia até os 52 minutos, quando o contestado Rogério, aposta do treinador na partida, saiu do banco para marcar o gol de empate diante do Bahia de Feira, no Estádio Joia da Princesa, pelo jogo de ida da final do Campeonato Baiano. Após o jogo, em entrevista coletiva, o treinador falou sobre as fortes emoções.

“Tem que ter coração forte pra trabalhar no Bahia. O bom é que o torcedor acredita até o último minuto. O que a gente costuma ver em outros lugares, quando vai chegando perto do final e o time não consegue o gol, a impaciência do torcedor acaba atrapalhando dentro de campo. E essa característica maravilhosa do nosso torcedor nos dá sempre o otimismo e a confiança de que a gente vai fazer o gol como foi hoje”, disse.

Roger Machado também elogiou o comprometimento do atacante Rogério nos treinamentos e o gol marcado neste domingo que mantém a decisão mais do que aberta para o duelo de volta, no próximo domingo, na Arena Fonte Nova.

Ouça a entrevista completa abaixo:

 

“O Rogério em nenhum momento esmoreceu. Nesse período que eu estou no clube vem treinando muito forte. Eu sabia o que estava correndo que ele em alguns jogos tinha entrado e a cobrança pelo rendimento maior muitas vezes estava prejudicando, mas que a partir daquele momento, com a chegada do novo treinador, eu tinha que ter a confiança de poder colocar ele em campo. Hoje, antes do jogo, eu disse, ‘meu filho, presta atenção dentro de campo. Tu sabe o que eu quero que meus atacantes façam, porque eu tenho certeza que hoje pode ser um dia especial para ti’. E realmente foi”, afirmou.

 

 

 

Deixe seu comentário

3 Comentário

  1. Creio que Roger já viu o problema. Não sei porque Moisés foi contratado, há tempos atrás, ele não quis vir, e o resultado tá aí. Nino é esforçado mas não passa disso. O Bahia tem que trazer profissionais que venham resolver. Se tivesse um Diego ou Ganso, com laterais qualificados, Gilberto e Fernandão iriam fazer a festa!
    Porque Diego não entra na negociação com Ramires?

  2. Creio que Roger já viu o problema. Não sei porque Moisés foi contratado, há tempos atrás, ele não quis vir, e o resultado tá aí. Nino é esforçado mas não passa disso. O Bahia tem que trazer profissionais que venham resolver. Se tivesse um Diego ou Ganso, com laterais qualificados, Gilberto e Fernandão iriam fazer a festa!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*