“O primeiro objetivo do Bahia é se manter na Série A”, projeta Bellintani

"O que é importante é que o clube esteja forte", frisou

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Esporte Clube Bahia estreia no Campeonato Brasileiro da Série A no próximo domingo, às 16h (de Brasília), contra o Corinthians na Arena Fonte Nova. Será o terceiro ano seguido que o Esquadrão disputa a competição, a segunda temporada na ERA Guilherme Bellintani que projeta inicialmente a manutenção, como sendo o primeiro objetivo e depois a evolução em relação aos anos anteriores. O mandatário frisou a importância de o clube se manter na elite por anos para que esteja ainda mais forte e melhor economicamente.

“A gente tem sempre dito que o que espera nos campeonatos mais longos, especialmente o Brasileiro… Primeiro que, em nossa análise, é o que determina o crescimento do clube. O Bahia ainda não tem um tamanho econômico equivalente ao de outros clubes que têm o mesmo tamanho de torcida que o Bahia tem. O primeiro objetivo é se manter na Série A por anos. Dentro da circunstância do futebol, a gente trabalha para que haja uma evolução em relação aos anos anteriores. O que é importante é que o clube esteja forte”

Na temporada passada, o time finalizou o Brasileirão na 11ª posição, a melhor colocação desde que a competição passou a ser disputada no sistema de pontos corridos. Será também a 8ª participação no Brasileiro desde a implementação do sistema de pontos corridos, em 2003. Em 2017, o time alcançou a melhor pontuação, com 50 pontos, e terminou na 12ª posição. Leia mais abaixo.

 

“Importante falar do Bahia como um todo. Às vezes, o time não responde da forma como a gente imaginava que fosse responder. O que vai tornar possível a correção dos rumos é tornar um clube forte. Quando isso não acontece, tem as correções, como foi feita nesse primeiro semestre. A correção principal foi a mudança do treinador. Tentamos ao máximo não fazer a troca, mas, quando decidimos, foi por um treinador que representasse o projeto. Se a gente precisa mudar o nome, que não mude o rumo do projeto. Se mudou, quer dizer que os resultados não vieram como a gente imaginava, como na Copa do Nordeste. Não digo nem tanto da Sul-Americana, porque é mata-mata. A eliminação precoce da Copa do Nordeste mostrou que alguns rumos precisavam ser corrigidos”

 

Deixe seu comentário

12 Comentário

  1. Regis, ninguém esta falando em comprar Cristiano Ronaldo, Messi, agora você imagina que com esse time o Palmeiras saiu da libertadores. O Bahia precisa de um meia cascudo e um lateral direito.

  2. Pro pessoal que esta falando que o Presida esta pensando pequeno tenho uma solução. O pessoal que ta falando assume do proprio bolso o pagamento do salario de Arrascaeta, Everton Cebolinha, Everton Ribeiro, Dudu e outros que ganham quase 1 milhão por mes e esta tudo resolvido!

  3. Muitos falam pensamento pequeno, medíocre. Mais ninguém chega ao topo sem antes se preparar. Sou torcedor do Bahia e sei que na realidade não temos caixa para contratar jogadores com salários absurdos (hoje entre 600 mil e 1 milhão). Portanto o time tem que consolidar a posição dele como integrante da Série A primeiro. Nenhuma equipe atinge o ápice sem se preparar. O futebol moderno não é o mesmo de 30, 60 anos atrás que beirava o amadorismo. Sim queremos ser campeões brasileiros, disputar uma libertadores ser finalista em uma competição continental. Mas o melhor caminho é estudar os rumos a serem seguidos e implementar planos para uma ascensão internacional. Ninguém constrói um teto de uma casa primeiro sem antes fazer uma boa fundação. Neste ponto o Bellintane tem trabalhado de maneira correta.

  4. pensamento pequeno mesmo, ou o presidente vai também sofrer pressão por parte da tocida ou ele pensando assim pede para sair. Porque o torcedor não quer sofrer com o time entre os quatro último do campeonato não.

    • Certo… então se ele dissesse que brigaria por título vocÊ acreditaria? Ou vocÊ acha que se vive num mundo de conto de fadas que “basta querer” que as coisas acontecem? Acorde pra vida… objetivo é sim permanecer na série A por vários anos para continuar o processo de melhoria gradual do clube.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*