Clayton ganha incentivo com Roger Machado e busca volta por cima no Bahia

Esse ano, Clayton entrou em campo apenas cinco vezes

Foto: Felipe Oliveira / ECB

Após o longo período inativo por conta de uma grava lesão, o atacante Clayton chegou ao Bahia em agosto de 2018 emprestado pelo Atlético Mineiro. No entanto, até o momento não mostrou para que veio. Na temporada passada, foram 12 jogos e 2 gols marcadas. Esse ano, entrou em campo apenas cinco vezes, uma como titular e pelo time B. Com a chegada de Roger Machado, com quem trabalhou no Atlético-MG em 2017, o jogador ganha um novo incentivo e busca dar a volta por cima no Esquadrão.

“Não foi fácil ficar oito meses afastado, a gente sempre quer estar em campo. Ver os companheiros de fora e não poder ajudar é a pior sensação para o atleta. Vou seguir me empenhando nos treinos para buscar o meu espaço no time titular”, disse.

Clayton também elogiou Roger Machado e explicou as características do novo treinador que ele conhece bem. Veja abaixo:

 

“O Roger é um grande treinador. Esses primeiros dias de trabalho foram muito positivos, o pessoal está entendendo o que ele quer e conseguindo executar. Conheço bem a filosofia dele e me encaixo nela, ele gosta de um jogo apoiado, com posse de bola e ofensividade “

Na quinta-feira, o Bahia encara o Londrina pelo jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil, na Arena Fonte Nova. No domingo, será a vez de enfrentar o Bahia de Feira, em Salvador, na segunda partida da final do Campeonato Baiano. O primeiro jogo, realizado no Joia da Princesa, em Feira de Santana, terminou empatado em 1 a 1.

Deixe seu comentário

1 Comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Google

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*