Felipão é questionado sobre ausência de Zé Rafael e rebate: “Não é a imprensa que escala”

"Eu que vou analisar o momento certo", disse

Cotado para iniciar a partida do Palmeiras contra a Ferroviária no último domingo como titular, o meia Zé Rafael figurou novamente no banco de reservas e sequer entrou no decorrer da partida. Após o jogo, que terminou empatado por 0 a 0, o técnico Luiz Felipe Scolari foi questionado por um repórter na entrevista coletiva o motivo do camisa 8 não ter sido utilizado e ao melhor estilo “Felipão”, o treinador rebateu.

“Quando eu analisar, vou colocar. Não é o torcedor que coloca (para jogar) o jogador, não são vocês da imprensa. Eu que vou analisar o momento certo, e se ele está em condições, ou não. Essa é a minha função por enquanto”, respondeu o treinador.

Nas redes sociais, torcedores do Palmeiras pediram a entrada de Zé Rafael. Porém, Felipão preferiu escalar o time com Carlos Eduardo e Lucas Lima ao lado do intocável Dudu. Além disso, no segundo tempo, ele optou por Felipe Pires para substituir o contestado Carlos Eduardo, mas o jogador ficou pouco tempo em campo e saiu após sentir uma lesão. No seu lugar, entrou Ricardo Goulart que estreou pelo Verdão mesmo não estando 100% fisicamente.

Zé Rafael chegou ao Palmeiras no início do ano após duas boas temporadas pelo Bahia, porém, no time paulista atuou em apenas uma partida em 2019, na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo-SP, pelo Paulistão, ficando 62 minutos em campo. Ele custou aos cofres do clube R$ 17,5 milhões (14,5 pagos ao Bahia e o restante ao Coritiba).



Prefeitura de Salvador decide anular patrocínio para evento do Bahia

Deixe seu comentário

9 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*