Após eliminação na Sul-Americana, Bahia deverá ter força máxima contra o Fortaleza

Esquadrão precisa vencer para voltar ao G-4 no Nordestão

Foto: Felipe Oliveira / ECBAHIA

O técnico Enderson Moreira de fato tem razão quando reclama expressamente do calendário do futebol brasileiro. Independente do espaço curto entre jogos existes, diversas competições completamente distintas sendo realizadas ao mesmo tempo. Por exemplo: O Bahia jogou no domingo passado contra o Vitória da Conquista, pelo Campeonato Baiano, na quinta contra o Liverpool, pela Copa Sul-Americana, no próximo domingo enfrentará o Fortaleza, pela Copa do Nordeste e na sequência após Jacuipense e Altos-PI, ainda terá o Santa Cruz do Rio Grande do Norte no dia 6 de março, pela Copa do Brasil. Até para o torcedor essa sequência é confusa.

Apesar da viagem desgasante para Montevidéu, no Uruguai, onde enfrentou o Liverpool-URU na quinta-feira, o Esporte Clube Bahia deverá utilizar o time titular contra o Fortaleza, pela importância do duelo, já que o tricolor figura atualmente fora do G-4 no seu grupo na Copa do Nordeste, na sexta colocação com 5 pontos, e também diante da pressão que certamente aumentá em caso de uma derrota para o time cearense. Além disso, depois da partida pelo Nordestão, o Esquadrão enfrenta o Jacuipense, aí sim deverá poupar os titulares colocando em campo o já conhecido time alternativo.

Após o empate no Uruguai, o técnico Enderson Moreira destaca a importância do duelo contra os cearenses. “Todo jogo para o Bahia é importante. Assim como o Fortaleza vai ser o mais importante agora. A gente não tem a capacidade de entrar numa competição, de entrar fazendo o nosso melhor. É a cultura do futebol brasileiro. Não tem nível de importância menor ou maior.”, disse.



Enderson Moreira no Bahia: Prolongar isso, é brincar com a sorte!

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*