Aparecidense ataca de novo e faz outra vitima na Copa do Brasil

Aparecidense despachou o Botafogo no ano passado

No ano passado em jogo considerado histórico, o Aparecidense em uma virada sensacional despachou o Botafogo da Copa do Brasil ao vencer pelo placar de 2 x 1, com Nonato ídolo da torcida do Bahia marcando o gol que deu o triunfo ao time de Goiás. Na sequência, não resistiu sendo despachado pelo Cuiabá após perder por 3 x 1. Mas este ano a vítima foi a Ponte Preta de Campinas que estreava o técnico Jorginho no comando técnico do time.

Em jogo em que o gol de empate da Ponte valeu por oito minutos e depois foi anulado por impedimento, a Ponte Preta perdeu por 1 a 0. A partida foi marcada pela confusão que deixou o jogo parado por 17 minutos na etapa complementar: aos 44 Hugo Cabral chutou para o gol e balançou as redes, em gol validado pelo árbitro e pelo bandeirinha.



Pressionado pelo time do Aparecidense, porém, o juiz paralisou a partida por oito minutos, a polícia entrou em campo e após muita pressão e conversa, o juiz mudou de ideia, anulando o gol. Os jogadores da Macaca então questionaram a decisão e o árbitro manteve o jogo parado por outros nove minutos, porém, não teve jeito, o gol foi anulado e a Ponte Preta está fora da competição de forma inesperada.

Com a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil, a Aparecidense recebe uma premiação de R$ 525 mil. Seu próximo adversário será aquele que sobreviver do confronto entre Bragantino-PA ou ASA, que se enfrentam nesta quarta-feira no Pará.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*