Bahia já anunciou um time inteiro de reforços para 2019, com exceção de goleiro

No início de 2018, Bahia anunciou 15. Esse ano, já são 12

Fotos: Felipe Oliveira / EC Bahia
Spread the love

A temporada do Bahia em 2019 traz aspectos poucos comuns de ares promissores com as contratações de jogadores de comprovada qualidade técnica, alguns deles, testado e aprovado no próprio Bahia. É verdade perdeu seu melhor jogador, porém, na outra ponta, tal perda serviu de suporte financeiro para outros reforços com qualidade senão melhor, bastante assemelhada. Refiro-me ao meia Zé Rafael que foi negociado com o Palmeiras em uma transação que rendeu R$ 14,5 milhões para o Tricolor Baiano, a maior negociação da história do clube e do Nordeste.

Outra perda importante foi o lateral-esquerdo Léo que chegou aqui vindo do Fluminense, deixando o clube completamente valorizado e agora vai correr atrás da titularidade no São Paulo. Já Vinícius que se notabilizou no Bahia não por gols ou feitos importantes, mas sim pelos episódios do mal afamado BA-VI no Campeonato Baiano, saiu não por vontade própria, mas sim por uma opção do Bahia, aliás, acertada de não renovar o contrato. Fez 103 partidas e marcou 21 gols. Hoje ele é jogador do Clube Atlético Mineiro.

O mesmo não aconteceu com Edigar Junio, que chegou ao Bahia em 2016, praticamente desconhecido vindo do Joinville onde esteve emprestado pelo Atlético-PR. Em pouco tempo, o jogador conquistou a torcida e acabou sendo responsável por gols importantes, notadamente na campanha contra o rebaixamento em 2017. Foi embora para atuar Yokohama Marinos, do Japão, através da modalidade de empréstimo, porém, sem o valor da transação conhecido. O jogador disputou 147 jogos com a camisa do Bahia marcando 44 gols. Deixa saudade. Não posso dizer o mesmo de Tiago, que foi anunciado nesta quarta-feira pelo Lanús, da Argentina. Sua saída não preocupou o torcedor, principalmente pelas chegadas de Ernando e Xandão, além das opções por Jakcosn, Ignácio, Everson e Jaques.

Outros jogadores de menor importância na temporada, não renovaram, como Allione, destaque na conquista da Copa do Nordeste de 2017, mas apagado em 2018, e Edson que perdeu espaço no ano passado, já Gilberto, este sim, foi um acerto e tanto da diretoria, que fez um esforço danado e conseguiu renovar seu contrato. Não só segurou o seu artilheiro do time na Série A de 2018, como foi em busca de outro centroavante goleador (Fernandão) e xodó da torcida, anunciado e apresentado nesta quarta-feira, com contrato em definitivo até o final de 2020. Um grande investimento e espera a diretoria que exista retorno dentro de campo e fora dele com novos associados e vendas de camisa.

QUEM CHEGOU EM 2019



Fernandão foi o DÉCIMO SEGUNDO reforço contratado pelo Esporte Clube Bahia que já havia acertado com Matheus Silva (lateral-direito); Ernando e Xandão (zagueiros); Moisés (lateral-esquerdo); Douglas e Fernando Medeiros (médios-volantes); Artur, Guilherme e Shaylon (meias-atacantes); Rogério e Iago (atacantes). Ou seja, a diretoria reforçou todos os setores, com exceção da posição de goleiro que já conta com Douglas, Anderson e Fernando Castro. Mesmo com todos esses nomes, não podemos afirmar que o ciclo se encerrou, afinal, um possível retorno de Stiven Mendoza vem sendo especulado, e o próprio colombiano vem demonstrando o desejo de retornar nas redes sociais. No entanto, saídas também podem ocorrer, uma delas do meia Ramires, desejado por clubes brasileiros e europeus e atualmente defendendo a Seleção Brasileira Sub-20.

Em 2018, o Bahia fechou o primeiro ciclo de reforços com 15 jogadores anunciados antes do início da Série A. Durante o Brasileiro, surgiram algumas carências, e o Esquadrão contratou mais 5 jogadores que atuaram no time principal (sem falar na leva de atletas para reforçar o Sub-23 no Brasileiro de Aspirantes), destaque para a chegada do centroavante Gilberto que em pouco tempo caiu nas graças do torcedor e terminou a o Brasileiro como artilheiro do time com 8 gols.

Dos 12 contratados para 2019, sete chegam em definitivo, porém, alguns com contratos mais curtos, como Xandão e Fernando (maio/2019) e Ernando (dezembro/2019). Moisés assinou até 2021, mesmo tempo de Rogério, enquanto Fernandão até o final de 2020. Já Matheus Silva fica até maio de 2020. Chegaram por empréstimo cinco atletas: Douglas e Guilherme (Corinthians), Shaylon (São Paulo), Artur (Palmeiras) e Iago (Confiança), todos até o final deste ano.

Veja o time de reforços anunciado pelo Bahia em 2019:

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*