Após dois anos defendendo o Bahia, Vinícius agora é jogador do Atlético-MG

Meia foi anunciado oficialmente nesta terça-feira

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Após dois anos defendendo o Bahia, porém, com contrato encerrado no dia 31 de dezembro de 2018 e sem interesse do clube na renovação, o meia Vinícius ficou livre no mercado no primeiro dia do ano, no entanto, por pouco tempo. Após entrar na lista de especulações de Fluminense, Santos e Botafogo, o jogador foi anunciado como novo reforço do Atlético Mineiro nesta sexta-feira, sendo o 5º reforço do clube mineiro para este ano.

O contrato firmado com o Galo tem duração até o fim de 2020 com a opção de renovação por mais um ano. Vinícius chegou em Belo Horizonte na última quinta-feira para exames médicos e assinatura de contrato. Ele chega para disputar uma posição no meio-campo do Atlético-MG. Atualmente, para o setor, o Galo tem Cazares, David Terans, Nathan, Bruninho e Daniel Penha.

Vinícius desembarcou no Bahia em meados de 2017 após ficar seis meses sem jogar por causa de um imbróglio com o Atlético-PR. No total, jogou 88 partidas, marcou 15 gols e deu 12 assistências para gol.



Ele foi um dos destaques do Bahia na conquista do Campeonato Baiano de 2018, mas caiu de rendimento no Brasileiro, virou reserva e perdeu espaço com a promoção do jovem Ramires. Ainda assim, foi o vice-artilheiro do time no ano com 12 gols em 60 jogos, atrás de Zé Rafael e Edigar Junio (ambos com 13), e também o líder de assistências do tricolor em 2018.

Após o Estadual, o meia ficou perto de renovar o seu contrato, mas as negociações – que estavam avançadas – congelaram com a demissão do técnico Guto Ferreira. O empresário manifestou diversas vezes o desejo do atleta de permanecer, mas a diretoria não se interessou. O atleta publicou nas redes sociais uma despedida do clube baiano em dezembro.

Deixe seu comentário