Zagueiro se despede do Vitória: “Triste pelo rebaixamento e pelo torcedor”

"Estarei na torcida de longe", disse Aderllan

Anunciado pelo Esporte Clube Vitória maio deste ano como sendo uma solução para resolver os problemas defensivos do time, o zagueiro Aderllan se despede do clube sete meses depois, com 20 jogos disputados, e de uma forma melancólica pelo rebaixamento do Leão à Série B, como também pela atuação na derrota por 3 x 0 para o Cruzeiro, na 36ª rodada, em que teve uma noite de vilão marcando um gol contra e cometendo um pênalti.

Fora dos planos do Vitória para 2019, o zagueiro foi liberado com mais seis jogadores que também não terão os contratos renovados. (Arouca, Lucas, André Lima, Bryan, Rhayner e Wallyson). Com futuro indefinido, já que precisa conversar com o Valência-ESP, clube dono do seu passe, Aderllan se despediu do Vitória nesta quarta-feira (28). O defensor disse estar triste pelo rebaixamento e pelo torcedor, mas espera que o time retorne à primeira divisão o mais breve e estará na torcida por isso.

Veja abaixo



“Infelizmente as coisas não saíram como gostaríamos e ficamos muito sentidos com isso tudo, até porque a torcida do Vitória não merece isso. É difícil explicar o que aconteceu, mas são coisas do Vitória e o clube é maior que todos nós. Tenho certeza que veremos ele na Série A o quanto antes. Me despeço do Vitória triste pelo rebaixamento e pelo torcedor, que sempre me tratou com um carinho muito grande. Passei a ter uma admiração muito grande pelo que o Vitória representa ao futebol brasileiro. Esse clube é gigante e vai dar a volta por cima. Estarei na torcida de longe. […] Tenho contrato com o Valência e vou definir com eles tudo. Vamos conversar para saber o que é melhor para as duas partes neste momento. Espero resolver isso nos próximos dias”, disse.

LEIA TAMBÉM

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*