Torcedores do Vasco picham o muro e atiram ovos na sede do clube

Após perder para o Vitória por 1 x 0 no Barradão e chegar ao quatro revés seguido sob comando do técnico Alberto Valentim, o Vasco desembarcou no Rio de Janeiro diante de protestos de cerca de 40 torcedores que esperaram o desembarque do time e depois se dirigiram a São Januário. Lá, gritaram contra a diretoria e o time no portão principal da sede, antes de uma reunião prevista do Conselho de Beneméritos do clube.

Ovos e garrafas foram tacados na fachada do clube, que também foi pichada pedindo a saída do presidente, Alexandre Campello, e o do presidente do Conselho Deliberativo, Roberto Monteiro. A polícia entrou em ação para afastar o grupo disparando tiros de balas de borracha. Em dado momento dois carros saíram de São Januário e os manifestantes identificaram como sendo de políticos do clube. Segundo policiais, se tratava de Alexandre Campello.



A reunião do Conselho de Beneméritos decidiu por recomendar a aprovação do empréstimo solicitado pela diretoria. Além disso, definiram que Otto Carvalho e Eduardo Rebuzzi devem continuar como beneméritos em vez de grande beneméritos, e encaminhou a representação de Campello para autorizar o procedimento para punição ou não do grande benemérito Otavio Gomes.

Deixe seu comentário