Diego Cerri fala sobre proposta pelo meia Régis: “Financeiramente boa”

Na noite da última quinta-feira (23), o meia Régis foi anunciado pelo Al Wehda, da Arábia Saudita, clube do ex-corintiano Fábio Carille. Porém, no aeroporto antes do embarque para São Paulo na manhã desta sexta-feira, além do jogador, o diretor de futebol Diego Cerri também falou sobre o assunto e explicou a proposta recebida pelo Esquadrão, segundo ele, “financeiramente boa” para clube e atleta. Mas foi conversado e, em comum acordo, foi decidido pela permanência do camisa 20 que seguiu viagem com a delegação para São Paulo. Não foram citados valores.

Veja abaixo o que disse o dirigente:



“O Régis realmente teve uma proposta do mundo árabe, da equipe do Fábio Carille. Era uma proposta financeiramente boa, e boa para o atleta também, mas a gente, em comum acordo, conversando tanto com o Régis, empresário, todos nós decidimos que nesse momento o mais importante seria a continuidade do Regis. É um jogador fundamental, uma peça que é sempre utilizada, tanto iniciando os jogos como entrando para modificar o cenário das partidas, isso conforme o treinador entender, mas que tem uma importância muito grande. E nós decidimos nesse momento pela permanência dele, que apesar da proposta ser financeiramente boa, nesse momento o mais importante é o rendimento esportivo da nossa equipe até o final da temporada”

O Bahia tem 45% dos direitos econômicos do meia. O restante é dividido entre o São Paulo, o Sport e o próprio jogador. Ao todo, Régis disputou 117 jogos pelo tricolor de aço, marcou 23 gols e conquistou o acesso para a Série A em 2016, a Copa do Nordeste de 2017 e o Campeonato Baiano de 2018.

VEJA TAMBÉM: Régis descarta saída e confirma permanência no Bahia

Deixe seu comentário