Bahia estraçalha o Vitória na Fonte Nova e aumenta invencibilidade no BA-VI

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Esporte Clube Bahia entrou no BA-VI deste domingo com uma sequência de cinco jogos sem vencer, listado na ZONA vermelha da Série A e com enorme pressão e cobrança por parte da torcida, não esquecendo da confusão ocorrida no aeroporto de Salvador. No entanto, bastou uma goleada sobre o Vitória para tudo isso ser apagado ou ao menos amenizado, um divisor de águas, transformando a tensão e preocupação em alívio e euforia. Jogando um futebol maiúsculo e empurrado por 24.312 tricolores que mesmo diante do momento ruim foram apoiar o time, o Esquadrão amassou o Leão na Arena Fonte Nova e venceu por 4 a 1, com gols de Zé Rafael, Vinícius, Tiago e Gilberto. Lucas descontou para o rubro-negro.

O Bahia chegou ao seu quarto triunfo sobre o Vitória na temporada 2018, contando aquele 1×1 que virou 3×0 nos tribunais e os dois triunfos na final do Campeonato Baiano, além disso, aumentou a invencibilidade no dérbi que agora é de nove jogos sem perder para o maior rival. O resultado também tira o Tricolor Baiano do Z-4, colocando na 13ª colocação com 16 pontos, ultrapassando o Leão que agora é o 14º com 15 pontos. Foi a primeira vez que a equipe marcou mais de um gol sob comando do técnico Enderson Moreira.

O próximo compromisso do Bahia é na próxima quarta-feira (25), contra o Atlético Cerro do Uruguai, às 21h45, no Estádio de Pituaçu, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. Já o Vitória recebe no estádio Manoel Barradas o Sport Recife, na próxima quinta-feira (26), às 19h30, válido pela 15ª rodada da Série A.

O JOGO



O primeiro tempo foi movimentado, com superioridade do Bahia, no entanto, a primeira grande chance foi do Vitória. Em vacilo de Tiago, Neílton roubou e deixou o estreante Walteu Bou cara a cara com Anderson, mas o goleiro levou a melhor. Depois disso, só deu Esquadrão que passou a dominar e pressionar o rival, com atuação destacada do lateral Léo, autor da assistência para o belo gol de Zé Rafael aos 14 minutos. O gol não acomodou e o Tricolor seguiu pressionando, conseguindo ampliar aos 25 minutos após Fillipe Soutto derrubar Zé Rafael na linha da grande área. Vinícius bateu e converteu o pênalti em dois lances.

O Vitória voltou para o segundo tempo mais incisivo e o goleiro Anderson que teve boa atuação na etapa inicial começou a se transformar em um dos principais personagens do clássico parando chute de Fillipe Soutto aos 4 minutos. O Bahia, por sua vez, iniciou mais conservador e parecia querer se acomodar, no entanto, emplacou dois gols no espaço de dois minutos com o zagueiro Tiago e o pé-quente Gilberto, fechando o caixão rubro-negro. O Leão ainda diminuiu com Lucas, aos 27 minutos, mas viu Bryan ser expulso aos 29. O técnico Vagner Mancini, por reclamação, também deixou o campo mais cedo.

Bahia 4 x 1 Vitória: Veja todos os gols da goleada tricolor na Fonte Nova

Deixe seu comentário