Alexi Portela estranha declaração de presidente do Vitória: “Não é o que ele me fala”

O atual presidente do Vitória em recente entrevista concedida ao jornal Correio da Bahia, no lugar de promover a Copa do Nordeste justamente no seu melhor momento, com o início das quartas de final, onde a competição ganhará VIDA, apelo e público, resolveu meter a BOCA e desqualificar a competição alegando baixa remuneração em premiação (22 milhões).

Até aí tudo bem, buscar aumentar os recursos é papel do presidente, no entanto, a alegação ganha ares ESTRANHOS quando compara os 120 milhões pagos pela TV GLOBO pelo Campeonato Carioca, um do mais velhos do Brasil, comportando clubes de apelo como Flamengo e Fluminense, com a Copa do Nordeste de apenas 15 anos e com clubes de menor apelo e estrutura.

E o pior, não leva em consideração que o Campeonato Baiano recebe uma ESMOLA da TV BAHIA (GLOBO), algo parecido com quatro milhões de reais sem que o presidente se revolte, se rebele ou questione melhor premiação em nenhum momento.

Posição completamente esquisita já que é dado tratamento desigual à situação idêntica, afinal, os valores pagos pela TV GLOBO e os pagos pelo Canal Esporte Interativo, todos são confeccionados pela casa da moeda e compram o mesmo quilo de feijão.



Após as declarações do presidente do Vitória, Ricardo David, alegando que a Copa do Nordeste é “danosa aos clubes”, o Presidente da Liga do Nordeste, Alexi Portela rebateu e classificou como “estranhas” as declarações do mandatário do Vitória. Segundo Alexi, não é isso que ele ouve nos quando encontra com Ricardo David nos “bastidores”.

“Essas declarações dele sobre a Copa do Nordeste são estranhas. Não é o que ele tem me falado quando me encontra. Claro que os clubes precisam reivindicar melhorias. Mas as premiações são definidas pelos próprios clubes. A Liga não tem participação nenhuma. As divisões são os próprios clubes que definem. Esse ano por exemplo os clubes tiveram uma cota diferenciada. Estranhei essa declaração de Ricardo David”, disse Portela.

O Vitória integra o Grupo 1 na distribuição de cotas ao lado do Ceará, Bahia e Santa Cruz. O Leão recebeu um valor inicial de R$ 1 milhão. Após se classificar para as quartas, o Rubro-negro baiano garantiu mais R$ 450 mil. Se passar para a semi, ficará com mais R$ 550 mil. Caso levante o troféu, ganhará mais R$ 1,5 milhão.

Vitória e Bahia se unem ao Sport-PE para desqualificar Copa do Nordeste

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*