Meia Vinícius tem a pena mantida e está liberado para atuar pelo Bahia

O jogador já cumpriu as duas partidas de suspensão

O meia Vinícius teve a pena mantida e, como já cumpriu as duas partidas de suspensão contra Atlântico e Juazeirense, está livre para entrar em campo. 6 auditores votaram à favor de manter a pena e outros dois votaram pela absolvição.

No primeiro julgamento no Tibunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA), o jogador acabou condenado a dois jogos de suspensão por conta da comemoração no clássico contra o Vitória.

Rhayner e Yago, do Vitória, e Edson e Rodrigo Becão, do Bahia permaneceram punidos com oito jogos de suspensão. A decisão aconteceu após um empate de 4 votos a 4 entre os oito auditores votantes, o que fez prevalecer a manutenção da punição. O zagueiro Lucas Fonseca, do Tricolor também teve sua pena mantida em uma partida de suspensão, por 7 votos a 1.

Votação – Vinícius
Hélio Menezes – manter a pena
Pedro Casali – manter pena
João Paulo de Souza – absolvição
Fábio Periandro – absolvição
Eduardo Motta – manter pena
José Gomes – manter pena
Marcus Welber – manter a pena
Márcio Martins – manter a pena

O primeiro julgado foi o zagueiro Kanu que pegou uma pena ainda mais pesada do que a anterior. Está suspendo por 90 dias (de qualquer competição), além de 11 jogos no Baianão e R$ 75 mil em multa.

VEJA TAMBÉM:

Além de 90 dias, Kanu pega 11 jogos de suspensão no Campeonato Baiano

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*