Vitória busca o TRI e Bahia corre atrás no Campeonato Baiano 2018

Abrem-se as cortinas e começa o "espetáculo"... Mas que espetáculo?

Neste domingo começa o deficitário porém obrigatório Campeonato Baiano (afinal, garante vaga em outras competições importantes), com as duas maiores forças dando ponta-pé inicial. O Bahia correndo atrás para recuperar a hegemonia do Estado que pertence ao Vitória. O Leão, por sua vez, busca o tricampeonato. Diga-se, na atual década (2011-2017), a dupla BAVI está empatado em número de títulos (3 para cada um), enquanto o Bahia de Feira aparece como única a ZEBRA ao conquistar a competição em 2011 em cima do rubro-negro baiano.

O Bahia não só busca recuperar a hegemonia do Estado, como também o posto de segundo maior campeão estadual do futebol brasileiro. Dois anos atrás, o Esquadrão aparecia apenas atrás do ABC, detentor de 54 títulos do Campeonato Potiguar. Porém, após perder as taças de 2016 e 2017, o Tricolor Baiano foi ultrapassado pelo Paysandu, que assumiu a 2ª colocação chegando aos 47 títulos do Campeonato Paraense.

Com um investimento muito maior do que o do Vitória e 11 contratados (12 com o técnico Guto Ferreira), o Bahia entra na competição com um peso ainda maior. Não só por isso, como também por vir de dois anos sem conquistar o troféu. O Esquadrão estreia na competição estadual justamente contra seu Xará do interior, o Bahia de Feira. Campeão Baiano de 2011 tem no elenco vários atletas conhecidos da torcida tricolor. O goleiro Jair, o zagueiro Menezes, o volante Fausto e o atacante Deon. Ambos se enfrentam neste domingo, às 16h, no estádio Joia da Princesa.

O Vitória, por sua vez, inicia a arrancada na busca pelo tricampeonato de forma consecutiva e trigésimo título baiano. Com poucas contratações (apenas cinco, até o momento, contando Rhayner) e a manutenção da base de 2017, inclusive o seu treinador, o técnico Vagner Mancini que também busca o seu TRI estadual (venceu 2008 e 2016), o Leão encara na estreia a Juazeirense, clube baiano sensação de 2017, neste domingo (21), às 18h30, no estádio Manoel Barradas.

Logicamente que podemos ter surpresas pelo caminho, afinal, o futebol é imprevisível. No entanto, difícil imaginar a final do Campeonato Baiano sem Bahia e Vitória, duelo que se repetiu 5 vezes nessa década. Além disso, são 114 anos do Estadual e nos últimos 20 anos, a dupla BAVI conquistou 18 títulos (7 conquistados pelo Bahia e 15 pelo Vitória). Colo Colo e Bahia de Feira foram campeões em 2016 e 2011, respectivamente.

VEJA OS JOGOS DA 1ª RODADA

21 de janeiro

16h – Atlântico x Vitória da Conquista (Barradão, Salvador) – preliminar do jogo do Leão

16h – Bahia de Feira x Bahia (Joia da Princesa, Feira de Santana)

16h – Jacobina x Jequié (José Rocha, Jacobina)

18h30 – Vitória x Juazeirense (Barradão, Salvador)

14 de fevereiro

20h30 – Jacuipense x Fluminense de Feira (Eliel Martins, Riachão do Jacuípe)

REGULAMENTO 

Inicialmente, serão 10 equipes no Baianão. A primeira fase será disputada em turno único, todos contra todos. Após 9 rodadas, os quatro melhores colocados avançam para as semifinais, em jogos de ida e volta. O último colocado será rebaixado para a segunda divisão.

O campeão terá vaga direta na fase de grupos da Copa do Nordeste de 2019. As duas demais vagas serão definidas através do ranking da CBF. Os três primeiros colocados terão vaga para a Copa do Brasil do ano que vem. Além disso, serão definidas as três vagas para disputar a Série D de 2019 – excluindo Bahia, Vitória e Juazeirense, que já têm divisões definidas.

ARTILHEIROS

Os maiores artilheiros do Campeonato Baiano são Neto Baiano e Cláudio Adão, ambos com 27 gols marcados em uma só edição do Baiano. O primeiro pelo Vitória na temporada 2012. O segundo pelo Bahia, no ano de 1986. Em seguida aparece o ídolo tricolor Beijoca, que em 1981 balançou as redes 26 vezes pela Catuense. O atacante Índio, ex-Vitória, vem logo atrás, com 26 gols, em 2007, pelo Leão. Outros dois rubro-negros completam a lista: Ramon Menezes (25 gols em 1995) e Pena (25 gols, em 1979). Ambos pelo Vitória.

 

LEIA TAMBÉM

Bahia definido com apenas três mudanças para estreia no Baianão. Veja!

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*