Juninho: De protagonista a coadjuvante no Bahia!

Resultado de imagem para juninho volante bahia 2017

Juninho foi no segundo turno da serie B, não apenas o melhor jogador do Bahia, mas sim o melhor jogador da competição, além de ser eleito um dos melhores volantes do pais em 2016, com números fantásticos, principalmente no brasileiro. Porém em 2017, o jogador caiu muito de produção, não consegue manter a regularidade e mesmo crescendo nas ultimas partidas, ainda comete erros jamais vistos pelos torcedores do tricolor. E isso vem em um momento que René Junior vivi sua melhor fase no Bahia e Edson é melhor da posição na temporada. 

No final de 2016, Juninho foi cobiçado por grandes equipes brasileiras, demorou para renovar com o Bahia, exigiu um contrato de 3 anos e um salario aproximadamente 4 vezes maior do que recebia. Depois de muito tempo de negociação o volante renovou o contrato com esquadrão e seu futebol caiu. Algo inimaginável por qualquer torcedor, como um jogador que marcou 7 gols no segundo turno da serie B, vice líder em assistência e um dos maiores desarmadores do Brasil com 100 desarmes apenas no Brasileiro da 2ª divisão, pode cair tanto de produção?

Ele foi para o banco de reservas, voltou após grande pressão da torcida, mas não conseguiu manter a regularidade e perdeu novamente a posição. Quis o destino que René Junior se machucasse, para o atleta ter uma boa oportunidade de mudar o retrospecto negativo de 2017 e se consolidar na posição. E assim foi, Juninho fez boa partida na estreia do Brasileirão, distribuiu bons passes, participou efetivamente da saída de bola do esquadrão, porém errou feio no primeiro gol do Atlético PR.

No primeiro jogo da final da Copa do Nordeste, Juninho mas uma vez foi titular, jogando no meio de campo, ele pouco participou do jogo, só aparecia nas bolas paradas, parecia perdido na posição, mas mesmo assim foi presentado com um belo gol no inicio do 2º tempo. E o gol acordou o camisa 5 que conseguiu fazer desarmes, acertar bons passes, mas no final do jogo vacilou na marcação e deixou seu xará do Sport subir sozinho e empatar o jogo. Para piorar seu concorrente direto a vaga de titular foi o melhor em campo. 

Guto está tendo uma grande dor de cabeça esse ano, pois sabe do talento de Juninho, mas não tem segurança com o jogador. Além disso ver René Junior crescer a cada partida, defensivamente e ofensivamente. É uma situação complicada para o treinador, pois Juninho tem um dos maiores salários do elenco, mas ainda não mostrou em 2017 que será protagonista. 

Juninho precisa recuperar a confiança e voltar a jogar seu melhor futebol, talento todo mundo sabe que ele tem para ser um dos protagonista desse time, mas infelizmente hoje é um mero coadjuvante na temporada. 

Deixe seu comentário