Vitória é derrotado com um pênalti duvidoso

Internacional deu um novo alento à sua torcida ao vencer o Vitória, por 1 a 0, neste domingo à noite, no Estádio Beira Rio, pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol da vitória saiu numa penalidade máxima, cobrada por Alex, mas o lance gerou muita polêmica.

O time colorado, em alta, está com 39 pontos, em 11.º lugar, porque chegou à sua terceira vitoria consecutiva. Antes tinha batido, fora, o Botafogo (2 a 1) e a Portuguesa, em casa (1 a 0). Enquanto isso, o Vitória, em baixa, fica com 40 pontos, em sétimo lugar, por conta da sua grande performance dentro do primeiro turno.Lance polêmicoDiante de sua torcida, o Inter buscou o ataque e a vitória desde o início. Mas encontrou o time baiano bem armado no sistema de marcação, dificultando as infiltrações e as finalizações. O pênalti polarizou as atenções. O atacante Nilmar forçou uma arrancada dentro da área e se jogou ao ser bloqueado, normalmente, um lance duvidoso que precisa ser revisto

Na cobrança, Alex deu a paradinha e escolheu o canto direito do goleiro, aos 31 minutos. O técnico Vagner Mancini ficou inconformado, não só pelo lance, que considerou “uma disputa de bola normal”, como também pelo fato de que o juiz teria apitado no grito.

“O juiz estava na minha frente e não viu o lance, mas marcou depois que o Nilmar gritou. Estou aguardando ele sair de campo para olhar nos olhos dele. Não vou falar nada, até é bom que vocês (repórteres) estejam aqui”, comentou.

Nenhuma reaçãoAtrás no placar, o Vitória ainda tentou ir ao ataque no segundo tempo. Mas não conseguiu, mesmo porque o Inter imprimiu um ritmo forte na marcação e veloz no ataque, exigindo bastante atenção dos defensores baianos. As melhores chances de gols eram coloradas.

Mancini ainda tentou deixar seu time mais agressivos, tirando um meio-campista para a entrada de um atacante. Até ganhou volume de jogo, mas não criou chances reais para empatar.

Próximos jogosPela 27.ª rodada, o Internacional vai ter pela frente o Grêmio, no tradicional Grenal marcado para o Beira Rio, domingo, às 18h10. O Vitória, novamente, vai atuar fora de casa, desta vez diante do ascendente Goiás, sábado, às 18h10, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia.
INTERNACIONAL

Clemer; Ricardo Lopes, Índio, Bolívar e Gustavo Nery (Marcão); Edinho, Guiñazu, Magrão e D’Alessandro; Alex (Taison) e Nilmar (Daniel Carvalho)
Técnico: Tite

VITÓRIA

Viáfara; Rafael, Leonardo Silva, Anderson Martins e Marcelo Cordeiro; Vanderson, Renan (Adriano), Willans, Ramon (Ricardinho); Leandro Domingues e Osmar (Robert)
Técnico: Vagner Mancini

Data: 21/9/2008 (domingo)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Flávio Gilberto Kanitz (GO)
Cartões amarelos: Ricardo Lopes (Inter); Rafael, Leonardo Silva (Vitória)
Gol: Alex (aos 31min do primeiro tempo)Confira com os jogos da rodada da série A do domingoPalmeiras 2 x 0 Vasco
Flamengo 1 x 0 Ipatinga
Sport 0 x 0 Sâo Paulo
Portuguesa 3 x 1 Botafogo
Atletico 0 x 0 Gremio
Figueirense 3 x 4 Cruzeiro

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*