Vadão pede paciência com Edilson

O atacante Edílson tem sido bastante criticado pela torcida do Vitória desde que retornou ao clube. Ainda sem marcar um gol pelo rubro-negro, o Capetinha sofre com as sonoras vaias que podem ser ouvidas no Barradão. Para o técnico Vadão, a torcida precisa ser mais paciente. O treinador enalteceu a última participação do jogador, no triunfo de 2 a 1 diante do Grêmio Barueri, e pediu tranqüilidade para o torcedor.

Depois de uma longa conversa com o jogador, Vadão tentou tranqüilizar o experiente atacante. Edílson quer usar a partida contra o Santa Cruz, no sábado, no estádio do Arruda para reverter o quadro, marcar seu primeiro gol com a camisa do Vitória neste ano e, quem sabe, finalmente cair nas graças do torcedor.

No último jogo do Vitória na Série B, contra o Barueri, Edílson fez sua melhor partida desde que retornou ao Vitória. O atacante participou dos dois gols da equipe e foi fundamental dentro de campo. Mesmo assim, ao ser substituído foi vaiado por grande parte da torcida que lotou o Barradão.

Para o treinador do Vitória, a mágoa do torcedor não refletiu o sentimento na partida. “Edílson está pagando por uma coisa do passado. Não teve uma apresentação excepcional, mas foi boa. As vaias são por coisa do passado”, comentou Vadão.

Edílson é acusado por muito por ser o responsável pelo rebaixamento do Vitória para a Série B do Brasileiro, em 2004. Ao ser contratado este ano para o rubro-negro, o jogador fez questão de negar qualquer acusação de corpo mole.

Enquanto não consegue engrenar no Vitória, Edílson vê uma “sombra” ganhando força. O jovem atacante Adriano, que foi o destaque nas categorias de base do Vitória nesse ano, está sendo usado por Vadão e tem correspondido às expectativas do treinador.

Para o jogo de sábado, Vadão deve definir a delegação que viajará para Recife depois do treinamento de hoje. O Vitória viaja para Recife amanhã, às 16h40. O time pode contar com o retorno do atacante Índio, já recuperado de uma pubalgia.

O meia Luiz Fernando aparece como segunda opção. Caso Índio não tenha condições de jogar contra o Santa Cruz, o meia deve fazer sua estréia pelo Vitória. O clube conseguiu na última quinta-feira o mandado de segurança para utilizar o jogador na Série B do Campeonato Brasileiro.

Com três triunfos consecutivos em jogos fora de casa, o Vitória vai em busca de mais um resultado positivo. “É um clássico e eles estão precisando da vitória, vamos tentar tirar proveito disso”, disse o zagueiro Jean.

No treino de ontem, Vadão contou com praticamente todos os jogadores. Apenas o zagueiro Jefferson e o atacante Paulo César não participaram da atividade. Já Sorato e Alysson, que estão em recuperação, realizaram um trabalho à parte.Fonte: Tribuna da Bahia

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*