Bahia perde para o Rio Branco e cai para o 2ºlugar

Em jogo disputado e com muita pressão da torcida local, o Bahia perdeu para o Rio Branco, no Acre, pelo placar de 3 a 2. Com o resultado, o tricolor, com 7 pontos, perdeu também a liderança para o ABC de Natal, já que a equipe potiguar venceu em casa neste o time do Fast do Amazonas por 1 a 0 e atingiu 9 pontos. A equipe do Acre chegou, com a vitória sobre o Bahia, a 6 pontos.

No primeiro período, tanto Bahia quanto Rio Branco tiveram boas oportunidades, em um jogo bem disputado. Charles e, principalmente, Nonato, chegaram com perigo em boas chances, mas não conseguiram transformar as chances em gol. Aos 25 minutos, um imprevisto na equipe tricolor viria a definir o placar nos 45 minutos iniciais. O atacante Charles se sentiu mal e deu lugar ao atacante Moré.

Bastaram 18 minutos em campo para Moré fazer aquilo que nenhum outro jogador tricolor tinha conseguido em 43 minutos: o gol. Em ótima jogada do Bahia desde o meio de campo, Nonato recebeu a bola de Moré e passou para Preto, que tocou para Moré chutar no canto do goleiro Marcus Vinicius do Rio Branco.

Já na fase final, em apenas 7 minutos a dupla de ataque do Rio Branco reverteu o resultado do primeiro tempo. Aos seis minutos, em uma bobeira do zagueiro Eduardo, que tentou sair driblando, a equipe acreana saiu em contra-ataque e Julio Cesar aproveitou o vacilo e empatou o jogo. Um minuto depois, aos 7 minutos, Marcelo Braz aproveitou outro vacilo da defesa tricolor, e virou o jogo.

Na tentativa de modificar o resultado, o técnico Arturzinho tirou o meia Avine e colocou Avine, improvisado no meio campo, em seu lugar. Mas o jogador se contundiu alguns minutos depois, dando lugar ao meio Danilo Gomes.

O empate tricolor saiu aos 34 minutos, quando Nonato converteu pênalti que o próprio atacante do Bahia sofreu. Mas foi também de penalti que o Bahia perdeu o jogo, quando aos 39 minutos Ley converteu a cobrança.

Para completar a desastrosa noite tricolor, o atacante Nonato, que assumiu a artilharia da Série C com o penâlti convertido, atingindo 14 gols, foi expulso já aos 45 minutos do segundo tempo, quando perdeu a cabeça e chutou a bola no goleiro Marcus Vinicius.

Para o próximo jogo, contra o ABC em Natal nesta quarta, 3, o Bahia precisa de uma vitória ou empate para continuar dependendo só das suas forças para conseguir a classificação na última partida no domingo, 7, contra o Fast na Fonte Nova em Salvador.

Lucas Cunha, do A Tarde On Line

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*