Arturzinho critica “ex-amigo” Preto Casagrande

O meia Preto Casagrande rescindiu contrato com o Bahia na última sexta-feira, assim que tomou conhecimento que não seria relacionado para a partida de domingo, contra o Atlético-GO, no Serra Dourada.

“Tem muita coisa errada no Bahia. Estou temeroso com o futuro do clube”, declarou Preto, antes de despedir-se. O técnico Arturzinho esperou até esta segunda-feira para dar a resposta.

“Ele se precipitou. Pela amizade que temos, ele jamais poderia tomar uma decisão dessas sem antes ter se comunicado comigo”, lamentou. “Isso não ajuda em nada o Bahia, só serve para tumultuar o ambiente. De minha parte, não posso me preocupar com fulano nem com Beltrano, se precisar vou continuar engolindo sapo porque o Bahia está acima de todos nós”, criticou.

Arturzinho foi o responsável pela vinda do jogador para o futebol baiano. Ele chegou a atuar com Preto no final de carreira, antes de transformar-se em seu treinador pelo Olaria e depois indicar a sua contratação pelo Vitória, em 1997.

Esta foi a quarta passagem de Preto pelo Bahia. A última havia sido no primeiro semestre, quando também deixou o clube antes do final do contrato de três meses por conta de uma grave lesão no tornozelo direito.

Devido aos problemas financeiros do Bahia, Preto preferiu usar o plano de saúde pessoal para custear a cirurgia e o tratamento. Voltou ao time já no decorrer da terceira fase da Série C, mas não conseguiu se firmar na equipe. Jogou duas partidas como titular, depois virou reserva.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*