Fábio Mota explica situações de David da Hora e David Corrêa

O escritório jurídico “Bichara e Motta” enviou uma notificação e aguarda uma definição. 

Foto: Divulgação/EC Vitória

O presidente do Esporte Clube Vitória, Fábio Mota, em entrevista na segunda-feira, voltou a falar sobre o pagamento pela venda dos atacantes David da Hora e David Corrêa. O primeiro foi negociado com o Metalist, da Ucrânia, por R$ 6 milhões, porém, o clube baiano não recebeu o valor e acionou o clube ucraniano. O escritório jurídico “Bichara e Motta” enviou uma notificação e aguarda uma definição. O Rubro-Negro Baiano mantém 20% dos direitos do jogador.

 

Já o atacante David Corrêa foi vendido ao Cruzeiro por cerca de R$ 9,7 milhões por 70% dos direitos federativos. O jogador conseguiu se desvincular do clube mineiro na Justiça, ficando livre no mercado, e assinou com o Fortaleza, chegando ao Internacional, e sendo emprestado ao São Paulo esse ano. O problema foi que o Cruzeiro colocou o débito em recuperação na Justiça quando se tornou clube-empresa.

“Sobre os Davids, vou explicar pela milésima vez. O do Cruzeiro (David Corrêa), o clube pediu recuperação judicial. O Vitória virou credor para um dia o cruzeiro pagar. Sobre o outro David [da Hora], o Vitória está na Fifa e entramos em uma ação”, disse o presidente. 

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário