Copa de 2002: Ex-meia diz não guardar mágoa de Felipão por promessa não cumprida

Após 20 anos, Marcelinho Paraíba abriu o jogo sobre a frustração de não ter sido convocado em 2002.

Foto: Paulo Pinto / Agência Estado

Em 2002, Marcelinho Paraíba se destacava com a camisa do Hertha Berlim, da Alemanha, após boa passagem pelo Grêmio em 2001. A boa fase levou o ex-jogador merecidamente a ser convocado para a Seleção Brasileira, inclusive, participando dos últimos seis jogos das eliminatórias para a Copa do Mundo da Coreia e Japão em 2002. Naquela ocasião, o Brasil alcançou a classificação na última rodada ao vencer a Venezuela por 3 a 0. Após aquela partida, o técnico Felipão prometeu aos jogadores que todos estariam no Mundial, o que acabou não se concretizando com Marcelinho.

 

Após 20 anos, o hoje treinador Marcelinho Paraíba abriu o jogo sobre a frustração de não ter sido convocado em 2002. Ele revelou que o técnico Luiz Felipe Scolari lhe prometeu a convocação para aquele Mundial, e não cumpriu. Porém, garante que não guarda mágoa do treinador. Os meias convocados para a Copa do Mundo de 2002, quando a Seleção Brasileira conquistou o pentacampeonato diante da Alemanha, foram Ricardinho, Ronaldinho Gaúcho, Denílson, Juninho Paulista e Kaká.

“O Felipão até prometeu, não só eu, mas que todo aquele grupo que estava no jogo da classificação, contra a Vanezuela, onde a gente ganhou por 3 a 0, seria o grupo que iria para a Copa. Então fiquei tranquilo e confiante que estaria dentro da Copa de 2002. Na convocação final, fiquei surpreso em ver que o meu nome não estava”, revelou Marcelinho.

“Fiquei muito triste, chateado na época, mas não tenho mágoa, não tenho ressentimento. Lógico que fica a tristeza de não ter participado de nenhuma Copa, mas mágoa não. Sou muito grato pelas oportunidades que tive de vestir a camisa da Seleção Brasileira. Não é fácil, ainda mais por eu ser um nordestino. Poucos tiveram o privilégio de chegar à Seleção. Eu tive”, disse.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário