Após quatro meses, STJD marca julgamento de jogadores do Vitória

De acordo com a súmula, Eduardo "agrediu com socos no rosto o seu adversário".

Foto: Pietro Carpi/ ECV

Quatro meses após o adiamento, o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) marcou o julgamento do zagueiro Mateus Moraes e do meia Eduardo, do Esporte Clube Vitória, por causa da briga no duelo contra o Atlético-CE, na Série C do Campeonato Brasileiro. Os jogadores vão ser julgados na próxima quinta-feira. Em julho, no primeiro julgamento, Eduardo foi punido com seis jogos de suspensão e Mateus Moraes com cinco. Porém, o clube conseguiu um efeito suspensivo e passou a contar com a dupla no caminho ao acesso à Série B.

 

De acordo com a súmula, Eduardo “agrediu com socos no rosto o seu adversário” e deu início a “confusão generalizada”. Ricardo Amadeu e Mateus Moraes foram apontados como responsáveis por “aplicar chutes na barriga” em um atleta que estava no chão.

O jogo aconteceu no dia 11 de junho e terminou empatado por 1 a 1 no Estádio Presidente Vargas. Nos acréscimos do segundo tempo, uma confusão tomou conta da partida, após as expulsões de Yan Costa e Eduardo, que trocaram socos na saída do campo, gerando uma briga generalizada. A partida terminou com seis expulsões. Pelo lado do Vitória, foram expulsos o zagueiro Mateus Moraes, o meia Eduardo e o auxiliar técnico Ricardo Amadeu. Ao todo, a partida teve 21 cartões, sendo seis vermelhos.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário