Narrador da Globo desabafa após não ir à Copa no Catar: “Eu tô puto”

Gustavo Villani vai fazer a cobertura de alguns jogos da Copa do Mundo, juntamente com Cléber Machado e Renata Silveira.

Foto: Reprodução/Globoplay

Após a pandemia, os preços das viagens nacionais e internacionais aumentaram de forma assustadora, afetando até mesmo a poderosa Rede Globo que decidiu reduzir o número de profissionais que irão cobrir a Copa do Mundo diretamente do Catar. Galvão Bueno e Luís Roberto foram os únicos narradores que vão participar das transmissões nos estádios no Oriente Médio. Em entrevista ao canal do Duda Garbi, o narrador Gustavo Villani desabafou e se disse “puto” por não ter viajado para cobrir o Mundial.

 

“No meu íntimo, com os meus sonhos, na minha conversa de quem narrou a final de 2014, e que ia narrar o Brasil em 2018, eu tô puto. Me olho no espelho e penso: jamais imaginava que isso ia acontecer. Agora: estou puto com a Globo? Não, eu entendo, eu tenho discernimento, teve uma pandemia, o câmbio explodiu. É uma Copa cara”, declarou.

No Brasil, Gustavo Villani vai fazer a cobertura de alguns jogos da Copa do Mundo, juntamente com Cléber Machado e Renata Silveira.

“Eu vivo dos meus sonhos, tá? Dos meus projetos pessoais, não vivo apenas do planejamento que a empresa tem para mim. É importante eu sonhar. Por que eu estou decepcionado por não ir ao Catar? Porque, pra mim, ao não ir para 2018 [quando abriu mão do evento para trocar a Fox pela Globo], era uma pretensão ir para 2022. Vamos lá, eu não sou menino. Teve uma pandemia no meio do caminho. A Globo vai fazer 2/3 da Copa do Mundo do Catar no Brasil. Eu estou incluído, não estou excluído. O Cléber Machado não vai para a Copa. Ficaremos aqui dividindo os melhores jogos a serem feitos do Brasil, está tudo bem”, disse. “E outra coisa: vão Galvão e Luis Roberto. Galvão na sua despedida, e Luís narrando o fino. Está tudo bem. Eu não posso achar que eu estou à frente da obviedade. Os caras merecem estar lá. Eu acho que eu merecia, mas eu não vou por causa da Globo, é um contexto”, completou.

Autor(a)

Fellipe Amaral

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário