Após queda do Ceará, Nino Paraíba negocia com clube da Série A

As partes já chegaram a um acordo, e agora o Coelho negocia a liberação do clube cearense.

Foto: Lucas Emanuel/AGIF

Com o rebaixamento do Ceará para a Série B do Brasileiro, o lateral-direito Nino Paraíba não deve permanecer para 2023, e já tem destino quase certo. De acordo com informação do ge.globo, o jogador de 36 anos tem negociações avançadas com o América-MG, que irá disputar no próximo ano o Mineiro, Copa do Brasil, Sul-Americana e Série A. As partes já chegaram a um acordo, e agora o Coelho negocia a liberação do clube cearense, com quem Nino tem contrato até o final de 2023.

 

“Há o interesse do América e de outros dois clubes e estamos conversando com o Ceará, com quem o Nino tem contrato até o fim do ano que vem. Estamos conversando para tentar chegar em um acordo de liberação”, disse André Castilho, empresário do jogador, ao Superesportes.

Natural de Rio Tinto, na Paraíba, Severino de Ramos Clementino da Silva, mais conhecido como Nino Paraíba, surgiu na Desportiva Guarabira e passou também por Náutico, Sousa e Campinense, antes de chegar ao Vitória, onde jogou de 2009 até 2014, sendo duas vezes campeão baiano (2010 e 2013) e da Copa do Nordeste (2010), com 207 partidas disputadas e seis gols anotados com a camisa rubro-negra.

Após deixar o Leão, passou por Avaí e Ponte Preta, até chegar ao Bahia, em 2018. Foram quatro temporadas no Tricolor, disputando 193 jogos e marcando 7 gols, conquistando três títulos baianos (2018, 2019 e 2020) e uma Copa do Nordeste (2021). Com o rebaixamento do Bahia, deixou o clube e acertou com o Ceará, onde atuou 55 jogos, com 2 gols marcados e 4 assistências, porém, com a queda do Vozão para a Série B, não deve permanecer para 2023.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário