Técnico se diz frustrado e abalado com fracasso do Figueirense na Série C

"Todos estamos frustrados. Nós dependemos muito disso aqui", afirmou.

Foto: Patrick Floriani/FFC

O Figueirense não dependia apenas de si para conquistar o acesso à Série B do Brasileiro, afinal, estava atrás do Vitória na tabela de classificação. Contudo, o Leão ficou apenas no empate com o Paysandu por 1 a 1 em Belém do Pará. Com isso, o Figueira precisava apenas fazer sua parte para ficar com a segunda vaga do Grupo 2, mas acabou ficando apenas no empate sem gols com o ABC no Estádio Orlando Scarpelli neste sábado. Na entrevista coletiva, o técnico Júnior Rocha admitiu que ficou frustrado e abalado com a permanência do time na Série C.

 

“Todos estamos frustrados. Nós dependemos muito disso aqui, o clube precisava desse acesso e acabamos decepcionando o nosso torcedor. Estou abalado, muito triste. Eu dependo disso aqui, minha família, os atletas… futebol é um esporte democrático, claro, mas, em muitos momentos, injusto. Eu não posso ir no teu trabalho e ficar batendo na porta como se tu fosse um mau profissional. Esse sentimento é muito ruim. A gente sofre muito. Nos dedicamos 24 horas por dia, o tempo inteiro”, disse.

O treinador desconversou sobre a permanência no clube e alertou para a importância da Copa Santa Catarina. “Quanto a continuidade, precisamos focar na Copa Santa Catarina, é importante pela questão financeira”, finalizou o comandante.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário