Enderson explica discussão com torcedor e exige respeito: “Sou trabalhador como ele”

"Não bati boca, ele jogou cerveja em mim. Vai para o estádio fazer isso?", disse.

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

O Esporte Clube Bahia amargou um empate com o Operário por 2 a 2 na noite deste sábado, na Arena Fonte Nova, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com o resultado, o Esquadrão chegou aos 52 pontos na terceira colocação, ficando sete pontos acima do Londrina (5º colocado). Em entrevista após o jogo, o técnico Enderson Moreira explicou a discussão que teve com um torcedor tricolor na saída do campo para o vestiário e exigiu respeito. Segundo ele, o torcedor jogou cerveja.

 

“Não bati boca, ele jogou cerveja em mim. Vai para o estádio fazer isso? Só perguntei porque ele está fazendo isso. Exijo o mínimo de respeito. Não bati boca com ninguém. O que falta na verdade é respeito com as pessoas, foi a única coisa que pedi para ele. Sou trabalhador como ele, que deve acordar cedo… Vim da periferia, meu caro. Quero minimamente respeito”, declarou.

Enderson reconheceu que o Bahia não fez um bom jogo, mas exaltou o espírito e luta do time. “A grande parte do jogo a gente não jogou bem, mas o time teve espírito, se dedicou, lutou. Eles não deixaram de tentar, mesmo que a resposta técnica não fosse boa. A gente lamenta muito… Queria o triunfo e entendo a ansiedade do torcedor. O torcedor quer subir ontem, mas vamos participar das últimas rodadas do campeonato”, pontuou.

Na sequência da competição, o Esporte Clube Bahia enfrenta a Chapecoense, na próxima sexta-feira (30), às 21h30, na Arena Condá, na cidade de Chapecó (SC). O duelo é válido pela rodada de número 32 da Série B do Campeonato Brasileiro. Já o Operário, no mesmo dia, às 19h, enfrenta o Vila Nova, no Estádio Germano Krüger, na cidade brasileira de Ponta Grossa.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário