“Não prometemos, nós fizemos, e o resultado está aí”, diz Fábio Mota

"Assumimos o clube na pior fase de sua história", disse.

Foto - Twitter/Reinaldo Oliveira

Com 821 votos (67%) contra 200 de José Guerra (Frente Vitória Popular), 153 de Victor Mendes (Movimento Novo Vitória) e 63 de Ângelo Alves (Vitória Para Todos), Fábio Mota foi eleito presidente do Esporte Clube Vitória para o triênio (2023-2025), após eleição realizada neste sábado, no Barradão. Djalma Nunes Abreu é o vice-presidente da chapa, nomeada Reconstruindo o Vitória. Fábio Mota não escondeu a emoção e elencou conquistas que acumulou nos 10 meses em que esteve à frente do clube.

 

“Nós não prometemos, nós fizemos. E o resultado está aí. Assumimos o clube na pior fase de sua história. Conseguimos, nestes 10 meses, equilibrar a questão financeira, a questão fiscal. Parcelamos as dívidas, buscamos patrocinadores. Entrou dinheiro novo, a gente conseguiu quitar salários. Hoje o Vitória está com os salários em dia de funcionários, fornecedores. O torcedor entendeu, viu”

O novo presidente do Vitória destacou a felicidade pelo triunfo expressivo e agradeceu à torcida rubro-negra. “Sensação de muita felicidade. Não tenho o que dizer. Emocionado. Reconhecimento muito grande. Todo mundo dizia que ia ter segundo turno, eu não esperava uma vitória deste tamanho, desta grandeza. Só tenho que agradecer à torcida, ao nosso torcedor, que reconheceu o nosso trabalho de 10 meses e deu um voto de confiança para ficar mais três anos a partir de janeiro.”

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário