Freeland diz que reforços elevam nível técnico do Bahia: “Estamos mais fortes”

"A gente entrou na janela sabendo que precisava reforçar alguns setores da equipe", disse.

O Esporte Clube Bahia anunciou sete reforços na janela de transferência que encerrou no dia 15 de agosto. Chegaram o zagueiro Gabriel Noga (que se lesionou e ainda não estreou), o lateral-direito Marcinho, o meia Ricardo Goulart, e os atacantes Ytalo, Copete, Igor Torres e Caio Vidal (que ainda não se apresentou). Questionado sobre as contratações do Esquadrão para a reta final da Série B, o diretor de futebol Eduardo Freeland afirmou que elevaram o nível técnico do time.

 

“A gente entrou na janela sabendo que precisava reforçar alguns setores da equipe. É um um momento delicado porque a gente ainda enfrenta momento delicado no clube. A gente tentou ser o mais criativo possível e elevar o nível técnico. Fizemos contratações de jogadores mais jovens e mais experientes que também dão equilíbrio. Entendemos que elevamos o nível técnico da equipe, aumentou a competitividade por posição, que era o objetivo. Estamos mais fortes que estávamos para buscar o nosso acesso.”

Freeland também falou que a briga por uma vaga entre os onze titulares do Bahia será mais acirrada, o que será positivo para melhorar a performance da equipe.

“Todos jogadores que chegaram foram muito bem recebidos. Tivemos um treino muito bom, com nível de competitividade alto. E a elevação do nível técnico vai deixar todo mundo buscando espaço. Vejo a comissão muito empenhada em elevar o nível de performance da equipe. E é isso que a gente espera que vai ter nesses últimos 13 jogos, uma melhora e o fundamental que é o acesso nessas últimas 13 rodadas. E quem sabe a gente consegue até um pouquinho antes disso.”

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário