Com gritos de “time sem vergonha”, Bahia perde o 3º jogo seguido na Fonte Nova

Na sequência da competição, o Esporte Clube Bahia deixa a capital baiana para enfrentar o Brusque.

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Após amargar duas derrotas seguidas na Arena Fonte Nova, para Chapecoense (pela Série B) e Athletico-PR (pela Copa do Brasil), o Esporte Clube Bahia voltou a campo na tarde deste sábado (25) buscando fazer as pazes com sua torcida que novamente compareceu e apoiou a equipe, porém, deixou a Fonte novamente decepcionada e insatisfeita com o péssimo futebol apresentado pelo time de Guto Ferreira, que acabou derrotado pelo Novorizontino por 1 a 0, deixando o campo sob vaias merecidas do torcedor e gritos de “time sem vergonha”, repetindo o que aconteceu diante da Chapecoense e Tombense, adversários que também vinham em má fase e venceram o Esquadrão. O gol foi marcado pelo meia Diego Torres, aos 42 minutos do segundo tempo.

 

Com o revés, o Bahia segue com 25 pontos na 3ª colocação, porém, se distancia de Cruzeiro e Vasco, e pode ver o Sport (primeiro fora do G-4) diminuir a distância para apenas 2 pontos na rodada. Já o Novorizontino chega aos 17 pontos, encerra o jejum de seis jogos sem vencer e se afasta da zona de rebaixamento, saltando para o 10º lugar.

O jogo começou com o Bahia impondo seu ritmo e pressionando o Novorizontino, porém, sem muita eficiência no setor de ataque, que apesar da posse de bola e do volume, não conseguiu nenhum lance de muito perigo ao adversário. A melhor oportunidade aconteceu com Douglas Borel, em chute cruzado para a defesa de Lucas Frigeri. Os minutos foram passando a partida se tornando entediante. Com a estratégia de se defender e apostar nos contra-ataques, o time paulista também não conseguiu criar jogadas de perigo, mas chegou a marcar com Ronaldo nos acréscimos encobrindo Danilo Fernandes, porém, o lance foi anulado por impedimento.

O segundo começou assim como terminou o primeiro: entediante. O Bahia desorganizado em campo e errando passes bobos, sem conseguir criar uma jogada de ataque. Guto mexeu no time, colocando Rildo, Gregory, Emerson Santos e Djalma Santos, mas nada mudou. O Tricolor seguiu apático e inofensivo, e aos 42 minutos, foi castigado com o gol de Diego Torres. Após cruzamento de Jhonny Douglas da direita, camisa 10 subiu sozinho e cabeceou no canto direito de Danilo Fernandes, decretando a vitória do Novorizontino na Fonte.

Na sequência da competição, o Esporte Clube Bahia deixa a capital baiana para enfrentar o Brusque, na próxima terça-feira (28), às 19h, no Estádio Augusto Bauer, na cidade de Brusque, em Santa Catarina, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Já o Novorizontino recebe o Vasco da Gama, no dia 29, às 21h30, no Estádio Doutor Jorge Ismael de Biasi, na cidade de Novo Horizonte (SP).

JOGOS DA 14ª RODADA DA SÉRIE B

TERÇA, 21/06
19h00 – Chapecoense 1 x 2 CRB

QUINTA, 23/06
21h30 – Ponte Preta 0 x 0 Sampaio Corrêa
21h30 – CSA 1 x 1 Grêmio

SEXTA, 24/06
19h00 – Londrina 3 x 1 Guarani
19h00 – Vasco 3 x 0 Operário

SÁBADO, 25/06
11h00 – Criciúma 1 x 0 Vila Nova
16h00 – Bahia 0 x 1 Novorizontino
18h30 – Sport x Brusque

DOMINGO, 26/06
11h00 – Tombense x Náutico

TERÇA, 05/07
19h00 – Ituano x Cruzeiro

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*