Caíque contesta Fábio Mota e cobra salários atrasados do Vitória

Revelado no Leão da Barra, arqueiro, que está emprestado ao Rochester New York, frisou descaso da diretoria rubro-negra

Sem disputar uma partida oficial pelo Vitória desde 2019, Caíque Santos disputa a atual temporada pelo Rochester New York, dos Estados Unidos. Emprestado pelo Leão da Barra ao clube do futebol exterior desde fevereiro deste ano, ele desabafou no perfil de uma rede social na tarde desta terça-feira (8). De acordo com Caíque, o Vitória não quita alguns débitos há cinco meses. Em contrapartida, a nova gestão do clube chegou até a antecipar os pagamentos do elenco durante este ano.

 

“Eu quero saber o que o senhor Fábio Mota tem contra a minha pessoa? Está pagando os jogadores e por que não está me pagando também? Faz 5 meses que estou sem receber, sendo que eu ainda sou jogador do clube”, revelou o arqueiro, de 24 anos de idade.

Em outro trecho da mensagem, publicada nos stories do Instagram, Caíque Santos aponta que a diretoria tem agido com descaso sobre o seu contrato com a agremiação.

“Mas, enfim, eu estou entendo resolver isso! Porém, a diretoria está nem aí para minha situação. Mas ok, estou seguindo aqui, fazendo meu trabalho e esperando a boa vontade de vocês. Estou fazendo isso aqui porque é f***” Não tem ninguém pra correr por mim não, infelizmente só eu sozinho”, acrescentou.

A reportagem entrou em contato com a diretoria do Vitória. Segundo o presidente Fábio Mota, a obrigação do pagamento dos salários do jogador é do Rochester New York. Ainda de acordo com o mandatário, Caíque saiu do Leão com os salários quitados.

“O contrato com Caíque está suspenso com o Vitória. Ele está emprestado e quem tem obrigação de pagar o salário dele é o outro clube. Enquanto ele estava no clube, estava com salários em dia!”, enfatizou o presidente do Vitória.

Deixe seu comentário!