Volante do Jacuipense lamenta derrota na final e vira a chave para Série D

William Kaefer pediu desculpa à torcida do Leão do Sisal e virou a chave para a disputa da Série D do Brasileiro.

Melhor time da primeira fase, o Esporte Clube Jacuipense eliminou o Barcelona de Ilhéus e chegou pela primeira vez na final do Campeonato Baiano, porém, acabou perdendo o título para o Atlético de Alagoinhas ao ser derrotado na tarde deste domingo por 2 a 0 no Estádio Eliel Martins, depois de empatar em 1 a 1 no Estádio Antônio Carneiro. Após a decisão, o volante William Kaefer pediu desculpa à torcida do Leão do Sisal e virou a chave para a disputa da Série D do Brasileiro.

 

“A gente sabia que, na final, quem se doasse mais, quem fosse mais eficiente, sairia campeão. Temos que dar o mérito. Eles foram bem e levaram o título. Vamos trabalhar que tem a Série D pela frente. Pedimos desculpas ao nosso torcedor, por perder o título em casa, mas futebol é isso”, afirmou.

Agora Atlético de Alagoinhas e Jacuipense começam a pensar na disputa da Série D do Campeonato Brasileiro em 2022. Ambos figuram no Grupo 4, junto com ASA, CSE, Juazeirense, Lagarto, Santa Cruz e Sergipe. A estreia do Leão do Sisal será contra o Sergipe, no Estádio Eliel Martins, em Riachão do Jacuípe. Já o Carcará estreia contra o ASA fora de casa.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*