Walter recebe proposta e pede para deixar o Santa Cruz após três meses no clube

O jogador, inclusive, não participou da atividade desta terça-feira

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Assim como aconteceu nos últimos seus clubes (Vitória, São Caetano e Botafogo-SP), o atacante Walter encerra mais uma passagem precoce na sua carreira. Contratado pelo Santa Cruz no final do ano passado, o centroavante vinha se destacando no Campeonato Pernambucano, com 3 gols em 7 jogos. Com a boa fase, o jogador recebeu uma proposta do Amazonas FC, que disputará a Série D, para receber o dobro do salário. Ele não pensou duas vezes e informou ao Santa Cruz que queria sair.

 

O time pernambucano se pronunciou através do executivo de futebol Marcelo Segurado. O cartola confirmou que o atacante “demonstrou interesse em sair”. O jogador, inclusive, não participou da atividade desta terça-feira, e seu distrato foi assinado no início da noite desta terça-feira, em comum acordo, com o departamento jurídico.

“Sim, ele demonstrou interesse em sair. Agora está agora com o jurídico. Pra onde ele vai cabe a ele”, afirmou o dirigente.

Natural de Recife (PE), Walter Henrique da Silva teve uma passagem pela base do Vitória, mas despontou no São José, em 2007, chamando a atenção do Internacional, onde se profissionalizou. Foi negociado com o Porto em 2010, mas não deslanchou em Portugal e retornou ao futebol brasileiro, sendo emprestado ao Cruzeiro. Em 2012, acertou também por empréstimo com o Goiás e teve grande destaque marcando 34 gols em 68 jogos. Rodou ainda por Fluminense, Atlético-PR, até retornar ao Goiás, em 2016, porém, não repetiu as grandes atuações da primeira passagem. Em 2017, também defendeu Atlético-GO.

Em 2018, vestiu as camisas de Paysandu e CSA. Foi suspenso por um ano em 2019 após ser pego no doping, e só voltou aos gramados em 2020 ganhando uma nova chance no Athletico-PR. No início de 2021, foi anunciado pelo Vitória, mas pouco mais de um mês pediu para sair e fechou com o São Caetano, ficando ainda menos tempo, e se transferindo para o Botafogo-SP, onde também não demorou.

Autor(a)

Fellipe Amaral

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário