Miqueias analisa adaptação no profissional e projeta temporada no Bahia

Contratado no ano passado para integrar a base, jovem teve as primeiras oportunidades no time principal em 2022

Foto: Divulgação/EC Bahia

Miqueias chegou ao Bahia no ano passado para integrar inicialmente o time de juniores, porém, o bom desempenho na base fez com que o jovem, de 20 anos, fosse integrado ao grupo principal do Esquadrão. Na atual temporada, o meio-campista já disputou cinco jogos como profissional. Sendo duas dessas partidas no Estadual, enquanto outras três atuações aconteceram na atual edição da Copa do Nordeste. Vivendo um momento mágico idealizado por todo garoto que começa a despontar no futebol, Miqueias destaca a satisfação de defender as cores da equipe principal do clube baiano.

 

– Agradeço a Deus por tudo o que estou vivendo, pois é a realização de um sonho. Esse momento está sendo muito importante pra mim e estou muito feliz pelo privilégio de viver tudo isso. A minha convivência está sendo muito boa e produtiva com esse grupo mais experiente, todos os dias aprendo uma coisa nova e pode ter certeza que levarei pra vida toda – contou.

Com passagem pelas bases de Desportivo Brasil, Ferroviária e Palmeiras antes de chegar ao Tricolor, Miqueias também cita o tempo por qual passou no time Sub-23 como crucial pelo seu amadurecimento.

– Essa minha passagem pelo sub 23 foi muito boa, aprendi muito com todos e também serviu para que eu pudesse me aperfeiçoar. Me preparei e pude estar servindo a equipe principal. Agora tenho outros objetivos, mas o foco é o mesmo – contou.

Sobre esses próximos objetivos, o atleta ressalta os planos que possui para a sequência da temporada visando a disputa de competições importantes, como é o caso do nacional.

– Nessa temporada o nosso maior desafio é o acesso à série A do Campeonato Brasileiro, então estou focado e trabalhando muito para alcançar as minhas metas e os meus objetivos pessoais dentro do clube. Mas estou mais focado ainda em ajudar a equipe em poder colocar o Bahia novamente no topo e voltar para o lugar de onde nunca deveria ter saído – concluiu.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário